Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio enfim voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. O 2 a 0 sobre o Bahia, na noite desta quinta-feira, no Pituaçu, foi valorizado pelo técnico Renato Portaluppi. Ele aproveitou também para falar sobre o que considera uma “tempestade em copo d’água” nas críticas feitas ao Tricolor pelos últimos jogos.

Conforme relato do treinador, nunca deixou de haver confiança no elenco. Mas é também sabido que o presidente Romildo Bolzan Júnior se aproximou do vestiário nesta semana fora do Rio Grande do Sul.

— A tranquilidade que vocês falam, nunca deixou de ter. A gente sabe, trabalhamos no dia a dia, que precisamos melhorar, mesmo ganhando. Quando a vitória não estava vindo, sabemos que tem que corrigir. Não aprendemos só com as derrotas. Mas nunca deixamos de acreditar — destacou Renato em entrevista coletiva.

A resposta continuou com uma defesa ao grupo, além da lembrança do título recente do Gauchão. Mais uma vez, o treinador reforçou a confiança no elenco tricolor.

— É inacreditável como as pessoas tentam fazer algo no ambiente do Grêmio. Começamos, não estávamos tão bem, temos um jogo a menos e todo mundo já começou colocar na cabeça da torcida que estava muita coisa errada. O que está errado? Excesso de títulos? Qual clube não fica jogos sem vencer? Ao invés de colocar para cima, começam a achar coisinhas que não existem aqui no Grêmio. Melhorar, todos precisamos. Mas fazer uma tempestade em copo d’água, não existe — completou o treinador gremista.

Renato Portaluppi, técnico do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Portaluppi, técnico do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

“A torcida pode ficar tranquila que o Gremio vai, já, já, ocupar o lugar que é dele entre os primeiros colocados. Muitos clubes não são campeões há anos – e não é indireta para o Inter. Nosso grupo é protegido pelo presidente” (Renato)

Sobre o jogo, Renato elogiou principalmente o rendimento do time a partir do gol de Alisson no primeiro tempo. Disse que as dificuldades da etapa inicial ocorreram por conta de uma mudança tática feita, com o recuo de Isaque para jogar em uma linha de cinco. Quando o time voltou ao esquema habitual, cresceu e construiu a vitória.

— A vitória fora de casa é sempre muito importante e muito difícil. Todo mundo quer ganhar no Brasileiro. O próprio Bahia não se encontra em uma posição muito cômoda, sabíamos que seria muito difícil. Mas o grupo se comportou muito bem e conseguimos nossa primeira vitória fora — comemorou Renato.

O Grêmio agora retorna a Porto Alegre no início da tarde de sexta-feira em voo fretado. No domingo, encara o Fortaleza, na Arena. Com a vitória, o time gaúcho passa a ser o 10º colocado no Brasileirão, com 11 pontos — também tem um jogo por fazer, com o Goiás, em Porto Alegre, ainda sem data.



Veja também