Renato Portaluppi desconversou sobre o interesse do Atlético-MG e garantiu foco total no Grêmio na retal final de temporada. Ao mesmo tempo, deixou no ar um recado e cobrou mais investimentos ao clube para a temporada 2021.

O técnico foi questionado sobre o interesse do Galo na entrevista após a derrota para o São Paulo, na Arena, na noite de domingo. O Atlético-MG tem em Portaluppi o principal alvo para o lugar de Sampaoli, que tem saída iminente para assumir o Olympique de Marselha, da França.

Na primeira pergunta sobre o assunto, Renato desconversou. Apenas falou sobre o foco no Grêmio e que conversará com o presidente Romildo Bolzan Jr. após as finais da Copa do Brasil.

– Meu único plano é terminar esses dois jogos pelo Brasileiro, buscar a vaga direto para a Libertadores e trabalhar para buscar o título da Copa do Brasil. É isso que tenho na cabeça. No momento em que tudo acabar, eu sento e converso com ele (presidente), troco umas ideias e vemos o que vai acontecer depois da Copa do Brasil – disse.

Renato Portalppi, Grêmio x São Paulo — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Renato Portalppi, Grêmio x São Paulo — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

O papo servirá também para o treinador ouvir o que o clube pretende para a temporada que se avizinha. Renato, inclusive, confirmou exatamente o que noticiou o ge no último sábado. Espera um investimento maior para renovar contrato e brigar por títulos.

A fala do treinador foi sobre reforços. Ele sempre entrega uma lista para o clube com possíveis nomes. E por vezes até elenca ordem de tentativas. O Grêmio tem fechado, conforme ouviu o ge, com jogadores indicados por Renato, mas não os que estão no topo da lista.

– Uma coisa é você investir para ganhar, uma coisa é você investir bastante pra chegar e na hora do vamos ver atropelar todo mundo. Não sou contra, mas outra coisa é pé no chão, como o Grêmio. A gente entra em três competições, sai de uma e parece que o mundo acabou. Não investimos nada praticamente. A cobrança é no momento que a gente possa gastar “X” para contratar, aí pode ter esse tipo de cobrança – afirmou Renato.

– O Grêmio não investiu e chegou em três competições. Tem grandes clubes que investiram e não vão ganhar. No futebol tem que ter jogadores diferenciados, que chegam, para ser campeão. Temos um grupo muito bom, toda a hora a gente chega, mas a gente não vai ganhar todas. Então, essas coisas têm que ser colocadas na balança. Quer ganhar mais? Vamos investir. Quer brigar por todas e ganhar todas? Olha que o Grêmio briga por todas sem investir. Vamos investir e daí a cobrança pode aparecer – completou o treinador.

Para 2020, o Grêmio fez pelo menos três contratações com investimento. O lateral-esquerdo Diogo Barbosa custou cerca de R$ 10 milhões por 25% dos direitos. O centroavante Diego Churín e o meia Pinares, ambos reservas, chegaram por cerca de R$ 8 milhões cada. O clube também pagou cerca de R$ 2 milhões pelos empréstimos Orejuela, Luiz Fernando e Caio Henrique – o último já deixou o clube.



Veja também