Renato elogia “aula” de Edina Alves e valoriza mulher na arbitragem: “Espero outras”

Técnico do Grêmio afirma que acompanha trabalho da árbitra e espera que ela seja escalada para mais jogos do time gaúcho

11 de outubro de 2019 - Às 06:26
 

O técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, elogiou a atuação da árbitra Edina Alves na vitória do seu time por 2 a 1 sobre o Ceará na noite de quarta-feira, no estádio Centenário, em Caxias do Sul. O treinador também disse esperar que outras mulheres ganhem mais espaço na arbitragem brasileira.

A árbitra paranaense, que enverga o escudo da Fifa, foi uma das atrações na partida da serra gaúcha. Não titubeou nas decisões, mostrou hierarquia e comandou a partida, sem deixar que os jogadores criassem polêmicas ou contestassem suas marcações.

O desempenho de Edina foi assunto da entrevista de Renato após a partida. O treinador tricolor afirmou que observa o trabalho dela há algum tempo e já nutria admiração por sua postura. O técnico diz torcer para que ela vire inspiração para mais mulheres surgirem no quadro de arbitragem.

– A Edina teve excelente atuação, não só aqui, mas desde o início do Brasileirão. Tem se comportado muito bem. Importante ter uma mulher assim. Não está aí porque é mulher. É mulher, mas acima de tudo é capacitada. Espero que tenhamos outras mulheres, lógico que capacitadas – disse Renato.

– Na minha época ninguém admitiria, mas os tempos mudaram. Espero que continue desta maneira. Há 15 dias tivemos palestra com o (chefe da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo) Gaciba e a elogiei. Falei que tinha apitado muito bem. Assim que puder, pode colocar no Grêmio que tenho gostado dela. Deu aula de arbitragem e ficamos felizes. Espero que outras mulheres possam aparecer também – completou o treinador.

Arbitragem à parte, a vitória fez o Grêmio encostar no G-6. Em sétimo no Brasileirão com 38 pontos, o Tricolor igualou a pontuação do rival Inter, mas fica atrás pelo número de vitórias (11 a 10). Na próxima rodada, o Grêmio enfrenta o Atlético-MG, no Independência, às 19h de domingo.



Veja também