Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

O técnico Renato Gaúcho repetiu a escalação do Grêmio com três volantes na vitória por 2 a 0 sobre o América de Cali na noite de terça-feira, pela estreia no Grupo E da Libertadores. Não significa, porém, que vai manter a formação com Lucas Silva, Matheus Henrique e Maicon nos próximos jogos, incluindo o Gre-Nal da próxima quinta-feira, na Arena.

Na entrevista coletiva após o jogo no Pascual Guerrero, o treinador explicou que optou pela trinca por causa da ausência de um meio-campista ofensivo e antecipou a escalação de Thiago Neves contra o Pelotas, no próximo domingo, pelo Campeonato Gaúcho. Tudo para o camisa 10 buscar ritmo de jogo, o que não falta muito para ocorrer, segundo o treinador.

– Jogo era muito pegado, difícil para colocar o Thiago em campo. A próxima partida ele deve jogar no Estadual, pegar ritmo. Se colocar de cara, ele ia sentir. Tem jogado muito pouco. É o que eu falo, as informações do jogador quem passa é o próprio jogador. Vamos sentir quanto tempo (de jogo), se vai cansar ou não. Ele está quase lá. É importante e vai nos ajudar – projetou o treinador.

Contratado no início deste ano, Thiago tenta reencontrar o bom futebol das últimas temporadas. Até o momento, tem cinco jogos pelo Grêmio, apenas um deles como titular, na vitória contra o Juventude por 3 a 0. Ainda não marcou gols, mas esteve perto disso, ao acertar a trave contra o próprio Juventude e no clássico Gre-Nal, pelo estadual.

Thiago, o técnico Renato e toda delegação do Grêmio retornam da Colômbia e desembarcam em Porto Alegre na noite desta quarta-feira. A partir de quinta iniciam a preparação para a partida diante do Pelotas, no próximo domingo, às 16h, na Boca do Lobo, em Pelotas, pela segunda rodada do returno do Gauchão.



Veja também