Foto: Daniel Coelho/Agência PressDigital

Renato Portaluppi não esconde de ninguém sua análise minuciosa do calendário para escolher momentos e retirar alguns jogadores ou até mesmo toda a equipe titular e usar reservas em determinados compromissos. A sequência do Grêmio será intensa nas próximas semanas, especialmente com Copa do Brasil e Libertadores junto ao Brasileirão. Mas, ainda assim, o técnico afirmou que não é o momento de preservar atletas após o 3 a 3 com o Cruzeiro, no Mineirão.

A tendência é de escalação titular para o jogo com o Coritiba, na quinta-feira, às 21h, na Arena. Cogitava-se uma preservação nesta partida por conta do duelo com o Corinthians, no domingo, e do primeiro compromisso das quartas de final da Copa do Brasil, na próxima semana, contra o Atlético-PR, em Curitiba, dia 28. Assim, transfere-se para o duelo com o Palmeiras, dia 1º de julho, data mais provável para um rodízio mais forte.

– Não estou com pensamento em preservar. Vai chegar no momento certo. Vamos conversar com o departamento médico, ver os problemas. Ramiro tomou o terceiro cartão, reavaliar o Kannemann, já vinha desgastado, conversando com ele. Já ia poupá-lo. Mas ele sentiu uma dor muito forte. Quem tiver condições, vai jogar quinta. Vamos poupar na hora certa. No momento quem estiver apto vai jogar contra Coritiba, Corinthians. Não é hora de poupar – disse Renato.

Renato já não terá Ramiro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Kannemann, com problema muscular e substituído no empate com o Cruzeiro. Irá ouvir os médicos e integrantes da comissão técnica. Mas quem tiver condições, entrará em campo. Duas baixas forçadas que fazem o time girar. Por outro lado, Bolaños e talvez Lucas Barrios retornem ao time.

– Vamos ter o descanso do Ramiro e provavelmente do Kannemann. Vamos fazendo um rodízio e administrando. Jogador com possibilidade de lesão não vão entrar nas partidas. Vamos levando assim, porque é a forma que temos. O Grêmio não vai abrir mão de estar bem em um campeonato abrindo mão de outro. Aí pode acontecer um tropeço e o Grêmio sair de dois – analisou o vice de futebol Odorico Roman.

O Tricolor terá apenas um dia para se preparar para o duelo com o Coritiba, na próxima quinta. A delegação desembarca no início da noite desta terça-feira em Porto Alegre após o empate com o Cruzeiro. Na quarta, treinará à tarde no CT Luiz Carvalho para o confronto.



Veja também