Foto: José Alberto Andrade /Rádio Gaúcha

O Grêmio perdeu para a Chapecoense por 1 a 0 neste domingo (17), na Arena, e viu a diferença para o Corinthians aumentar para 10 pontos. Para o técnico Renato Portaluppi, a falta de criatividade foi determinante para o resultado negativo em casa.

— Não fizemos nada para ganhar o jogo. Jogamos bem, tivemos o controle do jogo, mas isso não quer dizer nada. Faltou criação. Infelizmente, tomamos um gol com menos de um minuto no segundo tempo. Era o esquema deles. Não conseguimos furar o bloqueio, desperdiçamos mais uma vez uma grande chance dentro de casa — avaliou o treinador.

Renato admitiu que o Grêmio não está em seu melhor momento na temporada, mas que o empate no Rio de Janeiro coloca o time em condições de garantir a vaga na Arena.

— O Grêmio não chega num momento maravilhoso, mas conseguiu um bom resultado no Rio de Janeiro. Não é fácil na Libertadores. Não fez, mas não tomou. O Grêmio tem todas as condições de fazer, nos 90 minutos na frente da torcida, podemos fazer a diferença. Não é fácil na Libertadores. Se fosse fácil, todo mundo estaria no lugar do Grêmio — argumentou.

Luan e Geromel ainda são dúvidas para a quarta-feira. E o técnico garantiu que não pretende escalar nenhum deles no sacrifío, ainda que a partida seja importante.

— É um jogo decisivo, sem dúvida alguma. Mas pode ter certeza de que jamais eu vou colocar jogador dentro de campo sabendo que ele pode ter lesão grave ou agravar uma lesão. Não adianta colocar jogador por causa de cinco ou 10 minutos, perder o jogador para o jogo e para o restante do ano. Qualquer jogador que entrar em campo, pode não estar na melhor condição física ou técnica, mas não com qualquer risco de lesão — completou.

O Grêmio se reapresenta às 15h30min desta segunda-feira. Luan e Geromel serão reavaliados diariamente para que seja determinado se eles podem enfrentar o Botafogo.



Veja também