O técnico Renato Portaluppi crê que o Grêmio tomou controle do jogo na hora certa para sair com a vitória de 2 a 1 contra o Bragantino, nesta segunda-feira, na Arena, pela 19ª rodada do Brasileirão. Em entrevista coletiva após a partida, ele ainda comemorou o salto na tabela da competição.

De fato, os primeiros 45 minutos não tiveram grandes chances de gol. Bem diferente do segundo, quando saíram os três que construíram o placar. Foi aí que Renato viu seu time tomar as rédeas da partida para encostar, em termos de pontuação, nos líderes.

— Não fizemos um grande primeiro tempo, mas melhoramos bastante na etapa final. Tomamos as rédeas. Durante 90 minutos é pedreira para o Grêmio e para os adversários. O Grêmio já se encontra entre os primeiros, estamos a oito pontos do líder com uma partida a menos. Disse para vocês que ao final do turno o Grêmio estaria entre os primeiros. Demos um pulo muito bom na tabela — avaliou.

Renato Portaluppi em Grêmio 2x1 Bragantino — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Renato Portaluppi em Grêmio 2×1 Bragantino — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

No time que começou o duelo, apenas a defesa não foi a titular. A justificativa de Renato foi que Geromel e Kannemann reclamaram de dores musculares.

— Procuro sempre poupar alguns jogadores para que todos estejam inteiros. E olha que mesmo sabendo da nossa importância (do jogo contra o Juventude), coloquei quase todo mundo que vem jogando. Nosso grupo é bom, preciso rodar de vez em quando. Gostaria de contar com todo mundo em todos jogos, mas não é possível — justificou.

A vitória fez o Grêmio saltar três posições na tabela. Agora é 8º, com 27 pontos. O time volta a campo na quinta, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O Tricolor retorna à disputa do Brasileirão no domingo, contra o Fluminense, no Maracanã.



Veja também