Foto: Reprodução

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Renato Gaúcho após empate de 1 a 1 com o Palmeiras na Arena pelo Brasileirão.

“Nós estamos com 9, 10 jogadores no DM e estamos fazendo frente a grandes equipes no Campeonato Brasileiro”

“Tive que montar um esquema um pouco diferente”

“Aqui não tem pressão. O importante é o nosso trabalho aqui dentro”

“O Grêmio tá fazendo frente a grandes equipes”

“Daqui a pouco a gente vai ter nossa força total”

“O Grêmio estava com um esquema totalmente diferente, contra uma ótima equipe candidata ao título. ”

“O Grêmio estava enfrentando uma grande equipe, um grande esquema de jogo. Eu tenho visto todos os jogos do Brasileiro, e as equipes tem poucas chances de jogo. O Grêmio tentou buscar o gol o tempo todo, e não criou tanto por conta do esquema do Palmeiras.”

“O pior momento do Grêmio está na cabeça de vocês. Muita gente estava acostumada a ver o Grêmio vencer. As pessoas tem que entender que o Departamento Médico do Grêmio está cheio. Logo todos vão sair de lá e o Grêmio vai ficar forte.”

”A partir de hoje não sai nenhuma notícia sobre jogador no DM, ordem minha. Na quarta-feira, 1 hora antes do jogo vocês vão descobrir a escalação.”

“O Grêmio sempre joga para ganhar. A gente vem tendo problemas, muitos jogadores no Departamento Médico. Não temos tempo para treinar muito. Esse é o nosso maior problema no momento. Não estamos vencendo, mas não estamos perdendo.”

“Ninguém quer saber dos problemas que estamos vivendo aqui dentro (DM). Hoje foi uma equipe desentrosada e cheia de garotos. As pessoas querem resultados, e quando voltar os jogadores lesionados, vamos ficar fortes de novo.”

“Ou as pessoas entendem que estamos com 90% do time no DM, ou não entendem. O Grêmio, com todos à disposição, é muito mais forte. Empatar no Brasileiro é ruim, mas mesmo assim, gostei bastante da minha equipe. Isso prova a força do meu grupo.”

“Apesar de uma equipe desentrosada e com esquema diferente, jogamos de igual para igual com o Palmeiras. Só que o Grêmio tem um treinador corajoso. Botei um atacante no lugar de um volante. Tomamos o gol, mas em compensação conseguimos o empate.”



Veja também