A vitória de virada por 2 a 1 sobre o Caxias, pela primeira rodada do Campeonato Gaúcho, marcou o início da trajetória do meia Carballo como titular do Grêmio. Depois de atuar por cerca de trinta minutos na Recopa Gaúcha, o uruguaio foi escolhido por Renato para começar o confronto no Centenário.

Eleito melhor jogador do campeonato uruguaio na temporada passada, Carballo foi escalado na primeira função do meio-campo e permaneceu até os 22 minutos do segundo tempo. Na coletiva após o triunfo fora de casa, Renato Portaluppi avaliou o desempenho do atleta e amenizou a atuação pelo curto período de adaptação.

– Todos jogadores precisam evoluir bastante. Ele (Carballo) está chegando, está se adaptando, mais cedo ou mais tarde teria que estrear (como titular), assim como outros que terão suas oportunidades. No início, estava um pouco perdido. Deixei ele mais fixo, melhorou um pouco, até porque nossa equipe estava um pouco perdida – ressaltou Renato.

Felipe Carballo em ação pelo Grêmio contra o Caxias — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Felipe Carballo em ação pelo Grêmio contra o Caxias — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Nos dois jogos neste começo de temporada, Carballo, mesmo em adaptação após quatro temporadas no Nacional, do Uruguai, esteve em campo em 97 minutos. O número evidencia a intenção de que o meia se torne uma das principais referências do setor.

Apesar de ter conquistado o resultado positivo longe dos seus domínios, o treinador fez questão de reforçar a necessidade de evolução visando a sequência da competição. Para ele, diversos pontos precisam ser aprimorados.

– Precisa melhorar bastante coisa, estamos com os pés no chão, mas o mais importante foram os três pontos. Dar os parabéns ao torcedor, nos incentivou. Mas é isso. Campeonato Gaúcho não tem que dar show, tem que ganhar os jogos – disse Renato.

Na segunda rodada do Gauchão, o Grêmio terá pela frente o Brasil de Pelotas, na Arena. O duelo com o Xavante está marcado para a próxima quarta-feira, às 21h30.



Veja também