A estratégia de Renato Gaúcho já é bem conhecida: o treinador gira o elenco e usa muito os reservas durante a disputa do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, contra o Ceará, o Grêmio entrou em campo praticamente sem os titulares e empatou em 1 a 1.

O comandante admitiu “altos e baixos” pelas mudanças na escalação, mas também esteve satisfeito com o resultado no Castelão. O treinador reforçou a importância de levar pontos a Porto Alegre quando for visitante, mesmo que sem vencer.

— O Grêmio teve altos e baixos durante a partida. Até porque não tínhamos o entrosamento necessário pelas mudanças, mas tem que parabenizar a garotada, com uma entrega muito grande. Jogo pegado, truncado em alguns momentos. Conseguimos um ponto fora de casa que é importante — destacou Renato em entrevista coletiva.

Renato Gaúcho em empate do Grêmio com o Ceará — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho em empate do Grêmio com o Ceará — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Vanderlei, Geromel, Kannemann, Maicon e Diego Souza foram preservados da viagem. Além de outras ausências, como Matheus Henrique, retornando de lesão, e Jean Pyerre, com problemas particulares. As trocas na escalação acarretaram algumas dificuldades para desenvolver o jogo.

— Enfrentamos uma boa equipe, o Ceará é campeão do Nordeste, está com moral. Não estrearam bem no Brasileiro, mas é difícil jogar aqui. O campo dificultou um pouquinho, mas tivemos mais posse. Importante ter a entrega do jeito que tivemos. O Grêmio vem em uma sequência dura. O empate foi muito bom para a gente — analisou o técnico.

O Grêmio deixa Fortaleza no início da tarde desta quinta-feira em voo fretado. Os titulares trabalham em Porto Alegre para o duelo com o Corinthians, às 19h de sábado, na Arena. O time soma quatro pontos em dois jogos pelo Brasileirão.



Veja também