Ramiro vê mudanças de Renato na bola parada e na transição para o ataque

Volante do Grêmio destaca boa relação com treinador desde que recebeu chance em 2013

30 de setembro de 2016 - Às 06:16
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

A escalação do volante Ramiro teve o “dedo do técnico” Renato Portaluppi, mas o volante também avaliou, em entrevista nesta quinta-feira, que outras modificações aconteceram após a troca de técnico no Grêmio. Nos jogos e nos treinos, conforme o jogador, foram feitas modificações nas cobranças de falta e escanteio, assim como na transição para os ataques, em relação ao que era proposto por Roger Machado.

“Cada treinador tem seu método e visão tática. O Renato está tentando implementar a sua ideia”, comentou Ramiro. “O posicionamento de bola parada mudou um pouco e aos poucos a gente vai se encaixando e fazendo o que ele gosta”, definiu. Após a vitória sobre o Palmeiras, Renato destacou a solidez defensiva e que o time deixou os rivais cabecearem dentro da área “apenas duas vezes em três jogos”.

A disposição do time no gramado também sofreu modificações, com bolas mais diretas, apesar do técnico seguir aproveitando a boa circulação de passes. “O Renato gosta bastante que a equipe marque muito e saiba aproveitar contra-ataques”, ponderou Ramiro. “Talvez tenha mudado um pouco em relação ao Roger. Tanto dentro quanto fora de casa, ele queria propor o jogo.”

Sobre a possibilidade de consolidar um lugar entre os titulares, Ramiro mostrou otimismo com o novo comandante. “Sempre tive uma boa relação com o Renato. Ele me deu a oportunidade e gostou bastante, em 2013”, afirmou. “Sempre me dediquei ao máximo para fazer valer a aposta dele.”



Veja também