(Foto: Tomás Hammes)

A parada foi fundamental para evitar uma lesão. Agora, Ramiro se diz pronto para suportar a sequência de jogos do Grêmio até a parada do Brasileirão para a Copa do Mundo. E, 100% fisicamente, acredita que os chutes de média e longa distâncias são uma alternativa para ajudar o Grêmio a terminar com a seca de gols e conquistar as vitórias.

Na última quarta-feira, no empate em 0 a 0 com o Fluminense, o volante acabou preservado pela comissão técnica em razão de dores musculares. Nesta sexta-feira, participou do trabalho sem problemas. Após a atividade, foi o designado pela assessoria de imprensa do clube a conversar com os jornalistas. E garantiu estar preparado para o duelo contra o Bahia.

– Estou 100%. Optamos por parar na quarta para evitar uma lesão. Agora posso ajudar o máximo possível até a parada da Copa – garantiu.

Com Ramiro à disposição, Renato ganha uma opção diferente. O camisa 17 tem como especialidade os arremates de longe. Uma arma importante neste momento em que os rivais têm optado por adotar uma postura mais defensiva contra o Tricolor.

Em oito rodadas, o Grêmio já acumula quatro igualdades em 0 a 0 (além do Fluminense, contra Atlético-PR, Inter e Paraná). Ramiro reconhece que tem essa atribuição, mas vê a ideia dos rivais como um reconhecimento ao trabalho dos gaúchos.

– (O chute de fora da área) É uma ferramenta importante que tenho, sem sombra de dúvidas. Precisamos criar alternativas para furar os bloqueios. Falei no vestiário até que acho interessante essa postura dos adversários. Ela demonstra respeito ao nosso trabalho. Temos realizado jogos muito bons. Esses 0 a 0 são desafios. Buscaremos no dia a dia alternativas para recuperar o caminho novamente – analisa.

O Grêmio embarcou para Salvador no início da tarde desta sexta-feira. No sábado, ocorre a última rotina de treinamentos, já na capital baiana. O confronto com o Bahia será disputado às 16h deste domingo na Fonte Nova. Atualmente, os gaúchos estão em nono na tabela, com 13 pontos, enquanto os comandados de Guto Ferreira abrem a zona de rebaixamento, na 17ª posição, com oito.



Veja também