A temporada está parada por tempo indeterminado no futebol brasileiro por conta da pandemia de coronavírus. Ainda que esperado, o Grêmio anunciou somente na segunda-feira a suspensão de todas atividades sem data para voltar.

Até a interrupção do calendário, o Tricolor mostrou que aprovou as maioria das contratações para 2020. Dos sete reforços, cinco terminaram este primeiro momento da temporada entre os titulares.

Reforços para 2020

  • Vanderlei (goleiro) – titular
  • Victor Ferraz (lateral-direito) – titular
  • Orejuela (lateral-direito) – reserva
  • Caio Henrique (lateral-esquerdo) – titular
  • Lucas Silva (volante) – titular
  • Thiago Neves (meia) – reserva
  • Diego Souza (atacante) – titular

Na última partida em que Renato Gaúcho mandou a campo o time mais próximo do ideal, o Grêmio ficou no 0 a 0 com o Inter, no primeiro Gre-Nal da história da Libertadores. Cinco caras novas iniciaram o jogo: Vanderlei, Victor Ferraz, Caio Henrique, Lucas Silva e Diego Souza.

Somente Kannemann, lesionado, e Jean Pyerre estiveram fora da equipe considerada ideal. O zagueiro foi substituído por David Braz. O meia, em processo de retorno após parada de cinco meses por uma lesão na coxa direita, entrou no segundo tempo.

Time ideal do Grêmio para 2020, ainda sem Jean Pyerre — Foto: Arte / GloboEsporte.com

Time ideal do Grêmio para 2020, ainda sem Jean Pyerre — Foto: Arte / GloboEsporte.com

Posições carentes

As contratações foram buscadas justamente para posições consideradas carentes em 2019. Na lateral direita, Galhardo e Léo Moura deixaram o clube em dezembro. Victor Ferraz chegou e adonou-se da posição do ano passado. Sequer deu chance para Orejuela, trazido do Cruzeiro e que ainda não emplacou nas oportunidades recebidas.

No lado esquerdo da defesa, Caio Henrique veio do Fluminense para brigar com Bruno Cortez, titular desde 2017 sem ser ameaçado na função. Ao que tudo indica, o reforço assume de vez a posição.

O goleiro Vanderlei foi buscado no Santos para substituir Paulo Victor, alvo da torcida no fim do ano passado. Lucas Silva se beneficiou da ausência de um meia em boas condições e formou um trio de volantes com Matheus Henrique e Maicon.

Thiago Neves ainda não correspondeu às expectativas — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Thiago Neves ainda não correspondeu às expectativas — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

O ideal, porém, é que haja um armador na formação proposta por Renato. E para isso buscou Thiago Neves no Cruzeiro. Mas o novo camisa 10 está longe das condições físicas ideais. Ainda não se firmou e abre caminho para o retorno de Jean Pyerre.

Só que a entrada do jovem meio-campista forçaria Renato a desfazer o tripé de volantes. O treinador precisaria “sacrificar” Lucas Silva, Maicon ou Matheus Henrique, algo de que o técnico tem se esquivado.

Entre todos os contratados, Diego Souza é quem mais se destaca neste início de 2020. Superou Everton e tornou-se o artilheiro gremista no ano, com cinco gols marcados.

Diego Souza já marcou cinco gols em 2020 — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Diego Souza já marcou cinco gols em 2020 — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Mesmo que Luciano tenha terminado a temporada passada como titular, Renato não ficou convencido de que a função de centroavante estava preenchida. Pelo contrário. Depois da reprovação e saída de Diego Tardelli, André permaneceu, mas dificilmente atuará antes de encontrar um novo clube.

Por ora, o Grêmio não pretende ir atrás de novos reforços. A preocupação no momento de paralisação do futebol é com o déficit do clube. O Tricolor projeta perda de R$ 25 milhões em receitas nos próximos três meses e terá dificuldade para manter os salários em dia.



Veja também