Em julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na manhã desta quarta-feira, Rafinha recebeu pena de um jogo de suspensão e advertência pela confusão com o gandula na derrota do Grêmio para o Santos.

Assim, o lateral está liberado e fica à disposição para enfrentar o América-MG no sábado. Expulso ao final daquela partida, Rafinha cumpriu suspensão automática no jogo seguinte, contra o Fortaleza.

Rafinha também foi advertido pelo STJD, uma sinalização com duração de seis meses. Portanto, caso ele seja julgado novamente, esse fator pode pesar contra ele na decisão dos auditores para aplicação de uma eventual punição.

O jogador foi denunciado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”. O gandula, citado pelo árbitro da partida na súmula, foi julgado e pegou suspensão de 15 dias.

Rafinha tem outro julgamento sem data definida. Ele foi denunciado por ofensas citadas na súmula da derrota para o Palmeiras – quando sequer estava relacionado – e foi enquadrado no artigo 243-F: “ofender alguém em sua honra por fato relacionado ao desporto”.



Veja também