O Grêmio encerrou a preparação para a decisão da Recopa Gaúcha com retornos durante o treinamento deste sábado, no CT Luiz Carvalho. O lateral-direito Rafinha e os atacantes Diego Souza e Ferreira voltaram ao clube após cumprirem protocolo de Covid-19.

De acordo com texto publicado no site do clube, o trio refez os exames de coronavírus e testou negativo, 10 dias após isolamento por conta da infecção. No entanto, realizaram apenas avaliações nos departamentos médico e físico.

Os três devem retomar os trabalhos com os companheiros a partir de segunda-feira. Eles terão suas condições avaliadas pela comissão técnica e têm chances de ficar à disposição para enfrentar o Brasiliense na quinta-feira, às 15h30, na Boca do Jacaré, pela Copa do Brasil.

Rafinha, Diego Souza e Ferreira voltam ao CT após Covid-19 — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Rafinha, Diego Souza e Ferreira voltam ao CT após Covid-19 — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Os demais casos

Rafinha, Diego e Ferreira são os primeiros atletas a voltarem ao clube após o último surto de Covid-19. O clube divulgou 10 casos recentemente, mas a reportagem do ge apurou que ao menos mais oito pessoas da equipe de apoio além dos informados também testaram positivo.

No último boletim divulgado, o clube informou que o volante Darlan e o auxiliar técnico Evandro Fornari testaram positivo. O auxiliar Kelly Guimarães também está afastado por apresentar sintomas, embora tenha tido resultado negativo.

Na semana passada, o Grêmio confirmou resultados positivos do técnico Tiago Nunes, do preparador de goleiros Mauri Lima e também de Rodrigues, Luiz Fernando e Pedro Lucas. Os três ainda não voltaram ao clube.

No final de abril, o atacante Léo Chú testou positivo para a doença e ficou afastado das atividades. Era o último registrado antes do atual surto.

Antes, no início do mesmo mês, o Grêmio viveu um problema com casos consecutivos. O zagueiro Paulo Miranda, o preparador físico Reverson Pimentel, o ex-técnico Renato Portaluppi, o goleiro Paulo Victor, os laterais Vanderson e Victor Ferraz, os zagueiros Emanuel e David Braz e o lateral Diogo Barbosa foram infectados pelo coronavírus.



Veja também