Divulgação / @TigresOficial

Sonho antigo da torcida e da diretoria gremista, Rafael Carioca revelou ter conversado com o técnico Renato Portaluppi enquanto o Grêmio negociava sua contratação junto ao Tigres, do México, nas primeiras semanas de mercado aberto em 2021. Segundo a imprensa mexicana, o time pediu cerca de R$ 40 milhões pelo passe do jogador. O volante admite que tinha vontade de voltar ao Tricolor, mas acredita que os valores tenham impedido o acerto entre clubes.

— Quando o telefone toca e é para falar de Grêmio, as coisas vão mais fundo. A cabeça mexe, porque no Brasil sou gremista, todo mundo sabe disso e de onde eu saí, a história que construí desde 2006 — declara Rafael Carioca, em entrevista ao Domingo Esporte Show, da Rádio Gaúcha, neste domingo (4), lamentando:

— Fiquei com uma expectativa muito grande, mas não podia fazer a loucura de chegar ao presidente (do Tigres) e dizer que queria ir embora. Isso seria desonesto da minha parte.

Apesar do desejo de voltar ao Grêmio, Rafael conta que a família foi bem recebida pelos mexicanos de Monterrey, capital do Estado de Nuevo León, ao norte, perto da divisa com os Estados Unidos. Por lá, a pandemia vai sendo derrotada pela vacinação. Em campo, o volante fez parte da primeira campanha de um time daquele país a chegar à final do Mundial de Clubes. Todas conquistas e vantagens da vida no Exterior não diminuíram sua vontade de vestir a camisa gremista em 2021.

— Quando surgiu a possibilidade de voltar para o Grêmio, bati um papo com o Renato, ele chegou a me ligar. Além da questão de eu ter uma vida dentro do Grêmio, sempre acompanho os jogos. Gosto de como jogam Grêmio e Flamengo, por exemplo, um futebol agressivo, de dois toques e transição rápida, com dois jogadores organizando o meio — comentou o volante.

O Grêmio anunciou, na quinta, a contratação do volante Thiago Santos e viu parte dos torcedores protestar contra o reforço nas redes sociais. Na contramão, Rafael Carioca se disse agradecido pela mobilização de gremistas nos seus perfis enquanto as notícias da possível vinda aconteciam. Os rumores de acerto circularam ao mesmo tempo em que outro companheiro de base e do vice-campeonato Brasileiro de 2008 também ficava mais perto da Arena.

— Falei com o Douglas Costa quase todos os dias. Ele está mais para fechar negócio, está com muita vontade de ir — revelou o volante.

O meia Douglas Costa retorna do Bayern de Munique para a Juventus antes de poder embarcar para um eventual retorno a Porto Alegre. O time italiano vê com bons olhos a liberação dele, mas não há atualizações de avanços nas tratativas entre Grêmio e a equipe de Turim.



Veja também