Quase mil dias após Gre-Nal, Grêmio faz 5 gols e cutuca: “Não foi contra”

Pelo Twitter, conta do clube faz brincadeira em alusão a goleada em clássico de 2015

9 de abril de 2017 - Às 11:40
Foto: Lucas Uebel

Logo após Edílson converter a cobrança de pênalti aos 28 minutos do segundo tempo e fechar a goleada por 5 a 0 sobre o Veranópolis, na noite de sábado, os gremistas inevitavelmente recordaram o histórico Gre-Nal 407, em 9 de agosto de 2015, que teve o mesmo placar. Além dos torcedores, o clube também recordou o feito, exatos 974 dias depois, em tom de corneta.

Twitter do Grêmio brinca com 5 a 0 no VEC (Foto: Reprodução / Twitter )

Minutos após o gol do lateral-direito, em sua conta oficial no Twitter o Grêmio republicou o vídeo da penalidade, mostrado pela Grêmio TV, e escreveu: “E não foi contra!”, com uma mão espalmada para mostrar a quantidade de bolas na rede. A lembrança é uma citação direta aos 5 a 0 no Gre-Nal do primeiro turno do Brasileirão de 2015, quando Luan (duas vezes), Giuliano, Fernandinho e Réver (contra) construíram o placar do clássico. O fato do ex-zagueiro gremista ser o protagonista do último gol daquele jogo gera até hoje brincadeiras entre os torcedores.

Do time que entrou em campo na goleada de dois anos atrás, apenas cinco jogadores estiveram entre os 11 iniciais na confirmação da vaga às semifinais do Gauchão de 2017, no sábado. São eles: Marcelo Grohe, Pedro Geromel, Marcelo Oliveira, Pedro Rocha e Luan. Fernandinho, que fez o quarto gol no Gre-Nal, ficou no banco de reservas dessa vez.

Apesar do placar dilatado sobre o Veranópolis, os gremistas fizeram questão de frisar que não houve desrespeito ao adversário. Lucas Barrios afirmou que as duas partidas das quartas de final foram “difíceis”. Já o técnico Renato Gaúcho ressaltou o pedido para que o time jogasse “sério”.

– Eles (jogadores) não desistiram de jogar em momento algum. Pedi para não humilhar ninguém. Jogar sério e buscar o gol. As duas equipes procuraram jogar futebol. O Grêmio foi mais eficiente e fez os gols – disse o treinador.



Veja também