Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O afastamento dos jogadores do grupo principal do Grêmio poderá gerar um custo extra para a saída dos profissionais do clube. Dos sete atletas que estão fora dos planos, alguns estão em final de contrato, e outros podem ser negociados. Em dois casos, será preciso buscar um acordo.

Paulo Miranda e Everton Cardoso possuem contrato com o clube até dezembro de 2022. O objetivo inicial é tentar um empréstimo. Como isto não será fácil, a possibilidade de rescisão de contrato não é descartada — e isto pode gerar um custo de pelo menos R$ 8 milhões para o Grêmio.

Dos outros jogadores, Jean Pyerre deverá ser emprestado para o Alavés, da Espanha. Léo Pereira e Luiz Fernando serão devolvidos após o final do empréstimo.

Léo Gomes e Guilherme Guedes seguem no clube. Em 2022, existem duas alternativas para eles: retorno ao grupo principal ou empréstimo para outra equipe.



Veja também