Foto: (Lucas Uebel/Grêmio)

As esperanças gremistas foram revigoradas após a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, na terça-feira (9). O resultado na Arena, entretanto, ainda não traz um alívio duradouro para o torcedor: com 29 pontos, o panorama tricolor está longe de ser confortável nas projeções de momento. Como o Grêmio tem uma partida a menos do que a maioria dos seus concorrentes e abriu a rodada número 31, tem, no momento, os mesmos 30 jogos do Santos, último clube fora da zona de rebaixamento. A diferença para o clube paulista foi reduzida para seis pontos. Nesta quarta-feira, a equipe de Fábio Carille enfrenta o Bragantino, na Vila Belmiro.

Os três pontos diante dos cariocas reduziram as chances de queda para 86%, segundo cálculo de Gilcione Nonato Costa, professor do Departamento de Matemática da UFMG. Caso tivesse sido derrotado, as chances de terminar entre os quatro últimos atingiria 97%.

— O Grêmio venceu um jogo em casa, mas ainda tem de fazer mais do que está fazendo. O jogo-chave é contra o Flamengo. Falo que o Grêmio tem vários mata-matas, mas que, no momento, só ele pode morrer — argumenta Costa.

A vitória sobre o Flamengo, antes do complemento da rodada 31, diminuiria a probabilidade de rebaixamento gremista para 68% e dobraria a do Santos, saltando de 21% para 42%, deixando a briga um pouco mais imprevisível.

Os atuais 38,9% de aproveitamento do Peixe projetam que o clube paulista termine o Brasileirão com 44 pontos. Para atingir esta pontuação, o Grêmio precisa somar mais 15 pontos em oito partidas. Em percentual, o Tricolor precisa ter um aproveitamento de 62,5% na reta final da competição. Somente o Atlético-MG possui um índice mais elevado. O Flamengo somou 62,1% dos pontos que disputou.

— Para ter uma esperança de se salvar, tem de ter pelo menos 43 pontos — projeta o matemático.

Caso o Grêmio chegue aos 42 pontos, terá 41% de chance de cair. Se atingir os 43, o índice despenca para 19%. Somar 44 pontos, reduz as chances para 6%, e 45, para 1,6%.

A seu favor, o Grêmio tem oito vitórias, mesmo número do Santos e uma a menos do que o Bahia, que tem 36 pontos. Isso significa que, caso o Grêmio iguale a pontuação com eles na briga pela salvação, levará vantagem no primeiro critério de desempate.

Há outro indicador de que a necessidade possa ser mais baixa. Santos e Bahia, os dois últimos fora do Z-4, cresceram de rendimento nas rodadas recentes, elevando o nível de exigência para se salvar. Caso percam fôlego, a pontuação para sair da zona de rebaixamento será menor.

Mas a projeção só ajudará se o Grêmio amontoar vitórias nos oito jogos restantes. Abaixo você confere, jogo a jogo, os próximos confrontos e de onde podem vir os pontos para evitar a terceira visita à Série B.

JOGOS GRÊMIO

América-MG x Grêmio

13/1 – Sábado
Marquinhos Santos começou bem o seu trabalho no Coelho. Venceu duas partidas e perdeu somente para o líder Atlético-MG. Os mineiros estão salvos do rebaixamento. Agora, buscam o bônus, seja se classificar para a Sul-Americana ou, melhor ainda, estrear na Libertadores, o que pode acontecer caso abrem mais vagas para o principal torneio continental.

Grêmio x Bragantino

16/11 – Terça-feira
O Bragantino passou todo o campeonato no G-6 e dificilmente sairá dessa região da tabela. A maior esperança gremista recai na final da Sul-Americana. A decisão contra o Athletico-PR será cinco dias após o jogo na Arena. É improvável que o técnico Mauricio Barbieri escale o seu time titular. Jogo para fazer os três pontos.

Chapecoense x Grêmio

20/11 – Sábado
A Chapecoense não venceu nenhuma vez como mandante neste Brasileirão. Somar os três pontos é obrigação.

Grêmio x Flamengo

23/11 – Terça-feira
A partida será disputada antes da final da Libertadores, em 27 de novembro. Como de costume, Renato Portaluppi deve preservar seus titulares. Esperança de três pontos para o Tricolor.

26/11 – Sexta-feira

Bahia x Grêmio
Aqui, há obrigação da vitória. O Bahia é candidato direto na briga para escapar da Segunda Divisão. No momento, a diferença é de seis pontos para o Grêmio. Nesta quinta-feira, os baianos encaram o líder Atlético-MG. 

Grêmio x São Paulo

2/12 – Quinta-feira
Com Rogério Ceni no comando, o São Paulo conseguiu se afastar do Z-4. A partida em Porto Alegre pode servir para os paulistas seguirem sonhando por um lugar na Sul-Americana ou na Libertadores.

Corinthians x Grêmio

5/12 – Domingo
Possivelmente, o confronto pela penúltima rodada valha pouco para os corintianos. Até lá, os campeões da Libertadores e da Sul-Americana estarão definidos, deixando mais claro o quadro em relação às vagas para os torneios continentais. Dependendo das circunstâncias, o Corinthians chega para o jogo classificado para a Libertadores.

Grêmio x Atlético-MG

9/12 – Quinta-feira
O mais provável é que o jogo seja de festa para o Galo. A partida no Mineirão, se o campeonato seguir no atual ritmo, servirá para a comemoração do título nacional por parte dos mineiros. Como neste ano uma temporada foi emendada na outra, não se pode destacar que os principais jogadores possam ganhar férias antecipadas.

Chance de queda para o Grêmio*

No momento: 86%
Se somar 42 pontos: 41%
Se somar 43 pontos: 19%
Se somar 44 pontos: 6%
Se somar 45 pontos: 1,6%

*Projeção de Gilcione Nonato Costa, professor do Departamento de Matemática da UFMG



Veja também