O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, e o vice de futebol Marcos Herrmann participaram de uma reunião com presidente da CBF nesta quarta-feira, no Rio. O convite para o encontro foi feito por Ednaldo Rodrigues, presidente interino da entidade, ainda na segunda-feira. A informação foi divulgada pela Rádio Guaíba e confirmada pelo ge.

O encontro, encerrado com um almoço na sede da entidade, ocorreu horas antes do polêmico duelo do clube gaúcho contra o Flamengo, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Adversários dentro de campo nesta quarta-feira e no próximo domingo, pelo Brasileirão, Grêmio e Flamengo também protagonizam uma disputa nos tribunais desportivos. O departamento jurídico tricolor contesta a presença de torcida no Maracanã e tenta derrubar a liminar que permite ao clube carioca receber público em seus jogos.

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Na terça-feira, o Grêmio ingressou no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com um mandato de segurança para tentar barrar a presença da torcida. A expectativa é de que uma definição seja anunciada horas antes do início da partida.

Em uma outra frente, com o foco na intenção do Flamengo de voltar a ter torcida em jogos do Brasileirão, o restante dos clubes da competição preparou uma ação coordenada de resposta. A ideia é adiar a rodada deste final de semana, caso o STJD não derrube a liminar que permite a entrada de torcedores nos jogos do time carioca.



Veja também