Presidente do Grêmio resume prioridades e situação na busca por reforços

Presidente disse que a prioridade de reforços é o setor ofensivo além de confirmar dificuldade nas negociações

27 de dezembro de 2015 - Às 12:36
(Foto: Eduardo Moura)
(Foto: Eduardo Moura)

O Grêmio tem dificuldades para contratações devido a reestruturação financeira que está passando – que inclusive foi positiva em 2015. Mas, a torcida espera por reforços.

Em entrevista à Globo, quando perguntado sobre os reforços, resumiu a dificuldade do clube:

“O Grêmio não tem capacidade de bancar aquisições e contratações caras”

O Grêmio é um clube extremamente acanhado para possibilidades de fazer negócio. Não tem condições de bancar negócios. São negócios de crédito, ocasião, empréstimos, cedências gratuitas. O Grêmio não tem capacidade de bancar aquisições e contratações caras. Pretendemos comprar poucos, mas muito qualificados, de modo que consigamos assegurar uma qualidade muito bom de time.

Foto: Carlos Macedo
Foto: Carlos Macedo

A prioridade de contratação do Grêmio também foi confirmada pelo presidente. É ofensiva:

“E estamos à busca”

Não tenha dúvida, temos duas posições extremamente prioritárias, a articulação e ataque. Estava com um perfil de jogador que estava examinando. Bravo, rápido, driblador, capacidade de vencer os lances pessoalmente (Zelarayán). Era o jogador que procurávamos. E estamos à busca. Preenche bem a posição do time.

Perguntado sobre o perfil Libertadores que busca, o presidente foi claro me dizer que busca jogador para chegar e ser titular:

Não muda, ao contrário, o nível de exigência é maior. Temos que acertar nas contratações para fazer boas contratações, de modo que a gente não tenha dúvidas, que a perspectiva do jogador não é compor o plantel, mas ser titular.






Veja também