Por mais que as conversas entre Grêmio e Tiago Nunes avancem, Romildo Bolzan Júnior mantém a calma. O presidente do clube não negou que tenha conversas em andamento com o treinador. Mas afirmou que o tema está longe de estar definido e só será sacramentado após a definição do novo vice de futebol.

Bolzan deu a primeira coletiva desde a saída de Renato Portaluppi, na quinta-feira. Na última sexta-feira, o mandatário apenas divulgou um vídeo para confirmar o fim da terceira passagem de Renato pelo clube.

Romildo Bolzan trabalha para montar a nova pasta do futebol  — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Romildo Bolzan trabalha para montar a nova pasta do futebol — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Neste período, Romildo iniciou o trabalho de procura por um novo treinador. Paralelo a isso, discute com seus pares para escolher o comandante da principal pasta do clube. Os movimentos foram comentados, mas o presidente disse que o técnico precisa ter o aval do vice para ser contratado. Tampouco deu prazo para que ocorram os anúncios.

– O Grêmio tratará primeiro do que diz respeito à vice-presidência de futebol. Depois, com o vice escolhido, uma forma de trabalhar o treinador. Primeiro, se forma o departamento, depois a discussão do treinador. Será dessa maneira. Não tem situação de anunciar treinador. Primeiro o vice de futebol. Depois, em momento oportuno, vai tomar as providências – afirma o mandatário.O Grêmio tratará primeiro da questão política, da vice-presidência de futebol. Primeiro se forma o departamento, depois a discussão do treinador. Não tem situação de anunciar treinador. Fica difícil de entender como vocês (jornalistas) têm uma mente tão fértil— Romildo Bolzan

A sabatina dos jornalistas com o dirigente seguiu em torno do novo treinador. A ideia é confirmar o futuro vice de futebol nos próximos dias para depois avançar sobre o técnico. Bolzan citou que muitos nomes foram especulados desde a saída de Renato. E repetiu que o treinador será escolhido sem pressa.

– Eu vejo vocês (imprensa) conjecturarem tantos nomes. Parece que o assunto está terminado. Estamos há dois dias em um processo que trocamos o treinador. Tudo completamente não correspondia à verdade. Respeito o trabalho enorme de vocês. Mas os tempos nossos são nossos. Quem atua somos nós. Fica difícil de entender como vocês têm uma mente tão fértil, mas faz parte do jogo – diz.

Bolzan trabalha para montar a nova pasta do futebol. O clube também contará com um executivo, provavelmente que já esteja no clube. Mas a prioridade está em definir o vice e o treinador.



Veja também