A avaliação do presidente Romildo Bolzan Júnior é de que o Grêmio tem precisa reagir no Campeonato Brasileiro. Apesar de reforçar o entendimento que o desempenho é insatisfatório, ele não teme um rebaixamento na competição.

Romildo respondeu, ao vivo nesta terça-feira, perguntas de torcedores em um programa nos canais oficias do clube. Por isso o assunto rebaixamento, por exemplo, foi citado. Além de comentar sobre a situação no Brasileirão, ele garantiu que há cobrança interna para uma reação no campeonato.

— Avalio de modo não satisfatório, não previsto. Temos que reagir. Essa história de que nos conforta essa posição, de altos e baixo, ganha, perde, empata, isso não atende a necessidade do Grêmio. É a minha indignação, é de todos. Mas temos que lembrar aqui estávamos em risco na Libertadores e agora estamos em primeiro — declarou o mandatário.

“Mas o Brasileiro realmente não nos atende. Principalmente quanto perspectiva que tínhamos. As cobranças são muito fortes internamente. Quando faz cobrança externa, tu expõe pessoas que não precisam” (Romildo)

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Atualmente, o Tricolor é 14º colocado com 17 pontos, dois a mais que o Corinthians, o primeiro da zona do rebaixamento. Nem mesmo essa proximidade e o desempenho da equipe preocupam o presidente Romildo. Para ele, o elenco gremista pode dar a volta por cima.

— Nada de receio. Creio que o Grêmio tem elenco suficiente pra fazer uma boa passagem de dificuldade momentânea. Tenho confiança que vamos chegar na classificação a Libertadores, inclusive o campeonato está aberto. Tem outras vias pra chegar, a Libertadores e Copa do Brasil. Não vamos sofrer por antecipação, etapa por etapa. Nós não seremos rebaixados, não há nenhum sinal, o elenco é forte. Nosso momento é um momento, não será continuidade — complementou.

A iniciativa de conversa direta com os torcedores era justamente para tratar de assuntos trazidos pelos gremistas nas redes sociais. O mandatário reforçou, por exemplo, a confiança na capacidade do técnico Renato Portaluppi para a retomada.

A reação que o mandatário cita pode iniciar já nesta quarta-feira. A partir das 19h15, o Grêmio recebe o Botafogo na Arena, pela 16ª rodada do Brasileirão.



Veja também