Israel Simonton / cearasc.com

A tentativa feita pelo Grêmio para a contratação do goleiro Éverson não agradou ao Ceará. Segundo o presidente do clube, Robinson de Castro, houve uma oferta gremista há alguns dias, mas os valores ficaram muito abaixo da expectativa para que o negócio pudesse ir adiante. Em entrevista ao programa Show dos Esportes, nesta quinta-feira (27), o mandatário classificou a proposta do Grêmio como “esquisita”.

— Existiu um interesse e uma proposta alguns dias atrás, mas uma proposta, para ser bem elegante, esquisita. E pronto. De lá para cá, não aconteceu mais nada. Foi uma proposta que não poderia nem considerar baixa, porque ela não existia. Ela era absurda — ponderou Robinson de Castro.

Éverson seria uma das opções do Tricolor para a reposição da saída de Marcelo Grohe, que está a caminho do Al-Ittihad. O goleiro tem 1m92cm e completa 29 anos no próximo dia 22 de julho. Desde 2015 no Ceará, ele é considerado um dos principais jogadores do clube e tem contrato até o final de 2020. O dirigente admite que o negócio possa evoluir, mas aguarda uma nova oferta oficial.

— O importante é que seja justo. Ninguém pode ter vantagem, que seja justo para ambos — completou o presidente do Ceará, que também acumula a função de diretor de futebol.

Robinson de Castro ainda admitiu o interesse na contratação de Rafael Sóbis, mas ressaltou que para que isso possa se tornar algo concreto há uma distância muito grande.



Veja também