Preleção com presidente e conceito de competitividade são exaltados no Grêmio após vitória

Romildo Bolzan exaltou capacidade gremista de colocar em prática a sua qualidade dentro de campo

Por Giovani Mattiollo
- Às 12:13
104
Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

Uma preleção diferenciada e o desejo de honrar os conceitos do clube auxiliaram o Grêmio na vitória épica sobre o Palmeiras na noite dessa terça-feira. O resultado deu ao Tricolor a classificação para as semifinais da Libertadores e a possibilidade de seguir lutando pelo tetracampeonato do torneio. A palavra do presidente Romildo Bolzan antes da partida disputada no Pacaembu foi exaltada por jogadores e comissão técnica. Questionado sobre o que foi falado no vestiário, o mandatário gremista fez um resumo: 

“Excepcionalmente, às vezes, quando se acha necessário se faz uma fala. O que nós temos é um conceito de futebol. E este conceito não é simplesmente jogar, fazer o jogo. É a preparação do jogo, é o ambiente do jogo, é honrar os nossos conceitos de clube, é principalmente ter a noção de que aquilo que temos como conceito é exercido na prática. O discurso corresponde à prática. Nós trabalhamos a ideia de que nós estamos sempre competindo, nós estamos sempre chegando, nós estamos sempre em condições de dar uma estrutura que potencialize o futebol dos atletas. Se nós tivéssemos um insucesso hoje, não seria nada demais. Teríamos mais um dia, no final de semana teríamos pela frente o São Paulo e depois vamos decidir uma vaga na final da Copa do Brasil com o Athletico-PR e a vida continua”, disse Romildo Bolzan.    

O ambiente de tranquilidade criado pelo presidente foi lembrado por Renato Portaluppi, que ampliou o discurso do dirigente. “Foram palavras sábias, bem colocadas. Foi uma tranquilidade grande para o grupo. Não adianta jogar o melhor futebol do Brasil e não ganhar. O Grêmio joga, chega e conquista. Busca sempre a vitória com confiança. O Grêmio tem a maneira dele de jogar, atua livre, leve e solto, mas com responsabilidade”, afirmou. 

O recado dado por Romildo também foi comentado por Cortez. “O presidente deu tranquilidade para o grupo. Ele falou que acreditava no nosso grupo e pediu para que jogássemos livres, leves e soltos e disse que, independente do resultado, eles confiavam no nosso elenco. Não é por acaso que estamos sempre disputando títulos e conquistando taças. Ele passou essa tranquilidade e a gente pôde mostrar a nossa força dentro de campo”, afirmou o lateral esquerdo. 

Veja também

Comentários