Renato Gaúcho permaneceu, mas o departamento de futebol do Grêmio pode sofrer ao menos uma alteração em 2019. O executivo André Zanottaanalisa uma situação de cunho pessoal para ver se segue na Arena na próxima temporada. A saída não está descartada.

A família do dirigente vive em São Paulo, o que interfere em seu cotidiano em Porto Alegre. Enquanto não define se seguirá no Tricolor ou voltará a morar na capital paulista, Zanotta discute com o vice de futebol, Duda Kroeff, os diretores, Alberto Guerra e Deco Nascimento, e o presidente, Romildo Bolzan, renovações, contratações e saídas de jogadores.

André Zanotta não tem certeza de onde estará em 2019 — Foto: Eduardo Moura

André Zanotta não tem certeza de onde estará em 2019 — Foto: Eduardo Moura

Zanotta, inclusive, estará no Paraguai para o sorteio da Libertadores na próxima segunda-feira, quando o time conhecerá os primeiros adversários na luta pelo tetracampeonato continental. Até o término do ano, seguirá na função.

No Grêmio desde 2017, o executivo participou ativamente na formação do grupo campeão da Libertadores, Recopa e Gauchão. Tornou-se peça fundamental na engrenagem e um dos homens de confiança de Renato nos bastidores do clube.



Veja também