Em busca da semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio entra em campo contra o Cuiabá nesta quarta-feira, às 16h30, na Arena, em uma competição costumeira no calendário anual. O Tricolor, inclusive, fará o 187º jogo e se tornará a equipe com mais partidas no mata-mata nacional.

Até o confronto desta tarde, o Tricolor está empatado com o Vasco, duas partidas acima do Flamengo, que soma 184. O Rubro-Negro, inclusive, é a equipe com mais vitórias na competição: 106 contra 104 do Grêmio, o segundo na lista.

Mas a relação com a Copa do Brasil vai mais além. O Grêmio é o segundo maior campeão, com cinco taças, uma atrás do Cruzeiro, e tem três vices. Foi o primeiro a levantar o troféu, em 1989, e engatou sequência de três finais seguidas entre 93 e 95 – ganhou em 1994.

Grêmio venceu o Cuiabá na partida de ida — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio venceu o Cuiabá na partida de ida — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

— Onde o Grêmio entra para disputar, tem cobrança por título, bom desempenho. Isso é o que a gente tem dentro do vestiário. Sabemos da força do grupo, da qualidade do elenco, da comissão. A gente sabe, sim, que tem real possibilidade de conquistar mais um título. Não só um — afirma Matheus Henrique.

Se confirmar a vantagem sobre o Cuiabá, o Grêmio chega à 15ª semifinal em 27 participações na competição. Atualmente, é o clube com mais presença nesta fase, uma acima do Flamengo.

Em 2019, o Grêmio foi até a semifinal. Também venceu o jogo de ida, por 2 a 0, sobre o Athletico, na Arena. Mas permitiu ao Furacão devolver o placar na volta e perdeu nos pênaltis. No ano anterior, parou nas quartas, em duelo com o Flamengo.

Com o 2 a 1 conquistado na Arena Pantanal, o Grêmio pode empatar que estará garantido na semifinal. Derrota pela mesma diferença de gols leva a partida para os pênaltis. Derrota por dois ou mais gols de classifica o Cuiabá.



Veja também