Mesmo em um momento difícil para o futebol,o goleiro Paulo Victor tem motivos de sobra para comemorar nesta terça-feira. Há exatos três anos, no dia 14 de julho de 2017, o jogador era apresentado como reforço do Grêmio, na época, para ser opção ao Marcelo Grohe.

De lá para cá, o goleiro somou 92 partidas com a camisa tricolor, com 47 vitórias, 23 empates e 22 derrotas, aproveitamento de 59,42%. Em janeiro de 2019, Grohe, até então titular incontestável, teve sua saída oficializada para o futebol árabe. Coube a Paulo Victor assumir a responsabilidade em uma temporada em que o jogador viveu seu auge, mas também sofreu contestações.

– Fico feliz em completar mais um ano aqui no Grêmio. Vivi e vivo bons momentos aqui, conquistei títulos importantes junto com meus companheiros e alcancei metas pessoais. Sigo trabalhando e almejando muitas coisas. Agradeço a todos que confiam no meu trabalho, a comissão técnica, direção e torcedores. Realizei um sonho de estar aqui e atuar pelo Grêmio. Sempre estarei pronto para quando o grupo e o clube precisarem de mim – celebra o camisa 1 tricolor, via assessoria.

Paulo Victor, goleiro do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Paulo Victor, goleiro do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Paulo Victor foi o principal personagem na final do Gauchão de 2019, contra o Inter, quando foi herói na disputa de pênaltis defendendo duas cobranças do rival. Além disso, em toda competição, o goleiro sofreu apenas um gol. Tal desempenho fez o clube gaúcho renovar seu contrato em maio do ano passado até o final de 2022.

Após isso, o goleiro teve algumas falhas importantes na Libertadores e em jogos do Campeonato Brasileiro e sofreu algumas críticas por parte da torcida. Mesmo assim, foi o goleiro menos vazado entre os titulares da Série A. As atuações oscilantes, porém, fizeram a diretoria do Grêmio buscar no Santos o goleiro Vanderlei para a temporada 2020, atual titular na posição.



Veja também