Paulo Odone vence a eleição e é novamente, presidente do Grêmio

8 de outubro de 2010 - Às 14:00
Na noite de quinta-feira, o conselho deliberativo do Grêmio definiu em primeiro turno, o presidente Paulo Odone para ficar no principal cargo do clube.  Na disputa, ele venceu o situacionista Airton Ruschel.

Paulo Odone foi campeão da Copa do Brasil em 1989 e foi o presidente da batalha dos aflitos em 2005.

O mandato de dois anos começa em dezembro, após o encerramento do Brasileirão. Até lá o novo presidente gremista vai capitanear a transição, e definir cargos. Dois nomes já foram antecipados: Antônio Vicente Martins será o vice de futebol, e Eduardo Antonini comandará a Grêmio Empreendimentos, responsável pela nova Arena.

Dos 330 conselheiros, 279 assinaram presença. Era preciso atingir 30% dos votos válidos para que os candidatos disputassem o segundo turno, aberto aos sócios. Mas Airton Ruschel recebeu apenas 54 votos, não ultrapassando a cláusula de barreira.
Vitorioso, Paulo Odone somou 222 votos. Houve ainda dois votos em branco e um nulo.

Odone comentou a vitória:
– Fizemos uma chapa não para ser oposição, simplesmente, ao presidente Duda. Mas é uma chapa propositiva, de projetos. Temos o desafio de entregar em dois anos a Arena, um estádio sem igual no Brasil.

Em relação a título e Libertaodres no Brasileirão 2010:
– É possível, presidente. Tem muita gente patinando na nossa frente, muita gente de salto alto dizendo que vai ser campeão. Gostaria muito de receber o Grêmio na Libertadores, estou torcendo por isso.

***

Gosto do Paulo Odone, tenho certeza de que vai fazer um bom trabalho, como fez nos anos que foi presidente, mas com pensamento de que sempre da para melhorar.



Veja também