Lucas Figueiredo / CBF

A vitória sobre o Veranópolis na última segunda-feira marcou a volta de Renato Gaúcho ao comando do Grêmio. O treinador deixou as salas de aula da Granja Comary, no Rio de Janeiro, onde realizava o curso obrigatório da CBF, para dar a preleção antes da partida na Arena. Como aluno, o comandante tricolor deixou uma boa impressão entre os colegas de profissão.

Renato esteve ao lado do auxiliar Alexandre Mendes no curso para tirar a Licença A da CBF concedida aos técnicos. Depois de toda polêmica durante as férias, Renato surpreendeu a quem esperava alguém desinteressado e pouco participativo. Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, ele não abriu mão da interação nas aulas e deixou algumas histórias de bastidor.

Inicialmente, Renato rebateu um palestrante do Novorizontino por viver uma realidade diferente daquela dos principais clubes do Brasil. Nada que estremecesse a relação com os professores ou colegas. Ao final do curso, o treinador do Grêmio pediu a palavra e, fora do protocolo, agradeceu a todos pelas trocas e amizade no período.

– O Renato surpreendeu todo mundo lá. Ele fazia reflexões muito boas. Foi um dos que mais agregou ali para a gente. Disse que saiu dali uma pessoa melhor – disse um dos integrantes da turma, que preferiu não se identificar.

Troca de conhecimento e parceria com Lisca

O curso reservou aulas de organização defensiva com Fábio Carille, técnico do Corinthians; trabalho de organização defensiva com Rodrigo Leitão e Eduardo Baptista, anunciado pelo Vila Nova; fisiologia sob o comando de Eduardo Pimenta; e preparação física com Renato Buscariolli, entre outros. Em seu perfil no Instagram, o auxiliar Alexandre Mendes postou uma foto ao lado do técnico tetracampeão do mundo com a Seleção, Carlos Alberto Parreira

“Agora o Lisca fala que é Lisca Portaluppi” (Renato sobre a parceria com o técnico do Ceará)

Além de Renato, alguns nomes mais conhecidos do cenário nacional participaram do curso, caso de Dorival Júnior, Gilson Kleina e Lisca. Este último se tornou parceiro do treinador, ambos irreverentes e bem-humorados – e também gaúchos.

Renato inclusive brincou, em entrevista coletiva após a vitória sobre o Veranópolis, que o companheiro de profissão iria adotar seu sobrenome a partir de agora.

– Fiz grandes amigos, aprendi, sim. A gente sempre aprende. Agora o Lisca fala que é Lisca Portaluppi. Talvez eu tenha deixado coisas boas como deixaram para mim. Troca de sabedoria, foi muito bom – comentou Renato na segunda-feira.

Agora, ainda é necessário fazer uma série de aulas à distância, um novo módulo de encontros presenciais e realizar os trabalhos para o fim do curso. Mas Renato não precisará mais se ausentar dos treinamentos no CT Luiz Carvalho.

Sob a batuta do treinador, o Grêmio volta aos treinos na tarde desta quarta-feira. A próxima partida será somente daqui a uma semana, na Quarta-Feira de Cinzas, quando estreia na Libertadores. O adversário é o Rosario Central, na Argentina, às 21h30.



Veja também