O centroavante Ricardinho, de 19 anos, perdeu o pai, Ricardo Viana, vítima da Covid-19. O jogador postou em suas redes sociais o falecimento do policial do 3º Batalhão do Choque em São Paulo, homenageado na comemoração dos gols do atleta. O Grêmio também prestou condolências à família.

Ricardinho foi liberado das atividades o clube e desfalca o Grêmio nesta quarta-feira, contra o São Luiz, às 22h, no Vermelhão da Serra, em Passo Fundo. Seu retorno está inicialmente previsto para a próxima sexta-feira.

Ricardinho com o pai, seu Ricardo  — Foto: Arquivo pessoal

Ricardinho com o pai, seu Ricardo — Foto: Arquivo pessoal

O pai do atacante foi internado no último dia 25, mas não resistiu à doença aos 50 anos. O avô do atleta também está intubado em São Paulo.

Artilheiro do Grêmio com quatro gols, Ricardinho homenageia o pai na comemoração. Prestava continência justamente por conta do ofício do pai, policial militar em São Paulo.

Nas redes sociais, o jogador se manifestou e retirou todas as fotos do seu perfil do Instagram, deixando apenas uma coisa o pai também para homenageá-lo.

— Obrigado por tudo, meu guerreiro, vai fazer muita falta aqui comigo, jamais esquecerei e você, meu truta, meu amigo, meu pai — escreveu o jovem.

O centroavante recebeu as primeiras oportunidades em 2021 após ser contratado do São Paulo em 2020 para o time sub-20. O jovem tem quatro gols na temporada e é o goleador da equipe até o momento.



Veja também