Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Seis dias antes da estreia na Libertadores, contra o Rosario Central, Renato Portaluppi ganhou um problema no meio-campo do Grêmio. Durante o treino da tarde de quinta-feira, no CT Luiz Carvalho, o volante Michel sofreu uma entorse no tornozelo direito e deve ficar de fora do jogo na Argentina. Assim, a tendência é de que o técnico utilize Rômulo ou Matheus Henrique como novo parceiro de Maicon na próxima quarta-feira.

A real gravidade do problema de Michel só será conhecida nesta sexta, depois que o jogador for submetido a exames de imagem. No entanto, pela forma como ocorreu a lesão, o volante dificilmente ficará à disposição de Renato para encarar o Rosario.

Afinal, o jogador sofreu uma pancada no tornozelo direito durante um trabalho em campo reduzido e teve de ser retirado do gramado do CT em um carro-maca. Além disso, Michel subiu as escadas que dão acesso ao vestiário mancando. As primeiras avaliações, realizadas pelo médico Márcio Dornelles, dão conta de que o problema é no mesmo tornozelo lesionado ano passado, o direito. Mas o tempo de parada do volante só será conhecido nesta sexta.

— Ainda é muito cedo. Fizemos avaliações iniciais e trata-se de uma entorse no tornozelo direito. Vamos fazer os exames de imagem amanhã (sexta) para ter o diagnóstico da situação dele — comenta Dornelles.

A lesão no tornozelo revive uma rotina que Michel parecia ter deixado no passado. Afinal, desde setembro de 2017, quando passou por uma artroscopia no joelho esquerdo, o volante tem convivido com seguidas lesões.

Naquele ano, ele ainda se recuperou a tempo de jogar as fases decisivas da Libertadores. Mas como Jailson ganhou espaço no time, sobretudo pelas grandes atuações na semifinal contra o Barcelona-EQU, acabou virando opção no banco de reservas.

No ano passado, Michel teve dois problemas musculares que o afastaram do time. O principal deles foi em maio, uma lesão na coxa direita, que o deixou fora de ação até setembro. Quando retornou, integrando o time de transição em um jogo-treino contra o Inter-SM, veio a entorse no tornozelo direito.

Depois de mais alguns meses parado, voltou a jogar contra o América-MG, pelo Brasileirão, em outubro. Na semana seguinte, o volante foi a grande surpresa de Renato no jogo de ida da semifinal da Libertadores contra o River Plate. E foi justamente Michel o autor do gol da vitória na Argentina.

— Passou um filme desses cinco meses, três lesões seguidas. Para um jogador profissional, isso é muito raro. Trabalhei, esperei a oportunidade reaparecer e fui feliz — comentou o volante à época.

Agora, Michel abrirá espaço para um novo titular da equipe. Nos primeiros jogos do Gauchão, Rômulo e Matheus Henrique atuaram lado a lado no time reserva comandado por Renato. O primeiro, que chegou este ano por empréstimo do Flamengo, parece mais talhado para a primeira função pelo potencial de marcação, pela altura e pela experiência.

Já o segundo pode complementar melhor o estilo de jogo de Maicon, de forma semelhante ao que ocorria com Arthur. A partir de hoje, o técnico gremista terá cinco dias para testar e escolher o substituto de Michel para a estreia na Libertadores contra o Rosario Central.

Matheus Henrique
Pontos fortes
— Bom passe e condução de bola
— Ritmo de jogo
— Chega mais ao ataque

Rômulo
Pontos fortes
— Melhor marcador
— Mais alto
— Mais experiente



Veja também