Renato Portaluppi poupou jogadores e foi derrotado para o Atlético-MG no último sábado (27), em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Contra a Universidad Católica (CHI), na próxima terça (30), o técnico pode mandar a campo novamente força máxima. Ou ainda: ele escalará o que terá de melhor.

Quatro retornos ao time titular são certos: Vanderlei, Kannemann, Alisson e Diego Souza. O quarteto foi poupado da viagem a Belo Horizonte, mas tem condições plenas de estar em campo na Taça Libertadores da América.

A partir daí, começam as dúvidas de Renato. A começar por Maicon. Com Lucas Silva suspenso, o departamento médico corre contra o tempo para recuperar o volante que sofreu uma lesão muscular. O tempo de parada do jogador coincide com a partida. Ou seja, ele tem chances de estar em campo. Caso não tenha, Robinho é o favorito para ocupar esta vaga no meio de campo.

Pedro Geromel vive situação semelhante. O atleta, aliás, sofreu uma lesão – que não foi atualizada pelo departamento médico do Tricolor – justamente na partida contra os chilenos fora de casa. Caso o zagueiro não tenha condições plenas, David Braz assume o posto na defesa.

Por último, Jean Pyerre. O meia que interessa ao Palmeiras é quem tem chances mais remotas de atuar. Dentre os lesionados, ele é quem tem a situação mais grave e, mesmo que esteja recuperado, pode – e deve – começar entre os reservas.

Assim, o provável time contra a Universidad Católica (CHI) tem Vanderlei; Orejuela, David Braz (Pedro Geromel), Kannemann e Bruno Cortez; Matheus Henrique, Darlan, Alisson, Maicon (Robinho) e Pepê; Diego Souza.



Veja também