Odorico quer Grêmio competitivo para mês de julho “tenebroso”

Dirigente lamentou quantidade de partidas em pouco tempo

29 de junho de 2017 - Às 12:12
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O Grêmio conseguiu o que queria na noite dessa quarta-feira após vencer de goleada o Atlético-PR pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Tricolor retomou a confiança na Arena depois de ter perdido para o Corinthians no final de semana, pelo Brasileirão. Em entrevista coletiva pós-jogo, o vice de futebol gremista, Odorico Roman, exaltou o desempenho do grupo nos últimos meses, mas ressaltou que o mês de julho vai trazer uma dificuldade grande para o clube. Em 31 dias, a equipe do técnico Renato Portaluppi disputará nove partidas.

“Tivemos um maio terrível, um junho medonho e agora vamos ter um julho tenebroso. Vamos ter muitas partidas em pouco tempo, precisamos estar preparados. Temos que nos manter competitivos em todas as competições”, disse.

O jogo de volta contra o Atlético-PR está marcado para o dia 27 de julho, na Arena da Baixada, às 21h45min. “É muito perigoso a gente ir para Curitiba achando que está tudo ganho. Se eles fizerem um gol no início e a gente tiver uma expulsão pode complicar tudo. A vantagem é muito grande, mas o Grêmio não considera que as coisas foram facilitadas. Precisamos garantir essa classificação no jogo de volta”, declarou o vice de futebol gremista.

O equatoriano Michael Arroyo deve ser anunciado pelo Tricolor ainda nesta quinta-feira. O meia-atacante pode ser o décimo reforço do Grêmio no ano. “O mundo do futebol é um mundo muito interessante. A oferta de jogadores é diária. Fizemos uma avaliação criteriosa das necessidades do grupo no início do ano e tudo dentro das condições financeiras do Grêmio. Se contratarmos o Arroyo amanhã (hoje), serão dez atletas que chegaram no clube. Acredito que é o necessário, mas estamos sempre atentos ao mercado”, finalizou Odorico.



Veja também