Foto: Beto Azambuja

Ainda não é possível assegurar a volta do atacante Luan e do zagueiro Pedro Geromel ao Grêmio na quarta-feira, no jogo decisivo das quartas de final da Libertadores. Após a derrota para a Chapecoense, o vice-presidente de futebol Tricolor, Odorico Roman, disse que a dupla segue em avaliação.

Odorico enfatizou que só vai a campo quem estiver 100% pronto. “Os jogadores têm o entendimento do que significa entrar num jogo descontado, sem as plenas condições, e eventualmente começar o jogo e com cinco ou dez minutos sentir e ter que sair”, argumentou. “O que vai acontecer é que eles só entrarão em campo se tiverem plenas condições de desempenhar. Um jogo de volta de Libertadores não se permite que se tenha uma surpresa em função de uma lesão mal curada.”

“Luan e Geromel vêm sendo avaliados diariamente. Tínhamos uma expectativa até que Geromel pudesse jogar no Rio. O Luan teve uma lesão que não era muito grave, mas também não tem condições de atuar ainda. Amanhã serão avaliados de novo, hoje treinaram”, afirmou o dirigente, evitando confirmar a presença ou ausência dos dois contra a equipe carioca. “Estamos na expectativa de contar com os dois.”

O tempo sem trabalhos com bola não será impeditivo para Luan e Geromel atuarem na quarta-feira caso mostrem recuperação da lesão. O preparador físico Rogério Dias ressaltou que os dois não pararam de realizar atividades no período. “Eles estão em atividades, não estão completamente parados. A gente vai usar todo o tempo que tem para tentar recuperá-los e colocá-los em condições para a partida”, declarou Dias.

Outro jogador que ainda é dúvida, mas tem uma situação mais confortável é o lateral Edílson, que sofreu uma pancada na quarta-feira e desfalcou o Grêmio contra a Chapecoense. “A informação que temos é que Edilson retorna na quarta-feira”, afirmou Odorico Roman.



Veja também