Com 10 dias livres após o empate com a Chapecoense e antes do confronto diante do Guarani, o Grêmio definiu um planejamento para atacar pontos específicos da equipe e voltar a vencer fora de casa pela Série B. Para a partida, o técnico Roger Machado não contará com Bitello, suspenso, e pode não ter Ferreira, que deixou o jogo diante da Chapecoense com desconforto muscular na coxa e passará por exame de imagem.

Uma das prioridades durante o período sem jogos será a recuperação de jogadores. Brenno, Edílson e Elkeson serão preparados e voltam a ser opção em Campinas. Além disso, atletas como Lucas Leiva, Guilherme e Thaciano também aproveitarão o período para intensificar os trabalhos físicos. Kannemann, por outro lado, segue entregue ao Departamento Médico e ainda não tem prazo para voltar.

Outro ponto que receberá atenção especial é a movimentação tática do time. Roger pretende trabalhar aspectos específicos da equipe e praticar a repetição de conceitos com os jogadores. O momento ofensivo é uma das preocupações, especialmente nos jogos longe da Arena. Na Série B, o Tricolor só venceu uma partida fora de casa, diante do Operário-PR, no dia 27 de abril.

Para a vaga de Bitello, Roger deve promover a titularidade de Lucas Leiva. O camisa 15 atuou por 60 minutos na Arena Condá, justamente após a expulsão do jovem. Se Ferreira não tiver condições de jogar em Campinas, Guilherme deve ser o seu substituto. Há, ainda, a dúvida se Brenno retornará como titular ou se Gabriel Grando será mantido após boa sequência.



Veja também