Número de finalizações do Grêmio despencou diante do Rosário

Tricolor finalizou apenas quatro vezes diante dos Argentinos na Arena

29 de abril de 2016 - Às 12:09
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

O maior ponto forte do Grêmio em 2016, é, sem dúvida, o ataque, o melhor do Brasil nesta temporada. Porém, na última quarta-feira, o setor ofensivo deixou a desejar ao finalizar apenas quatro vezes diante do Rosário Central, pela partida de ida das Oitavas da Libertadores, sendo esse o jogo com menor número de finalizações do Tricolor na temporada.

A melhor chance foi de Bolaños, ainda no primeiro tempo quando teve sobra na área mas isolou uma chance clara. No domingo passado, na vitória sobre o Juventude, foram 22 finalizações, cinco vezes mais que diante dos argentinos. A explicação pode ser simples: O Grêmio não conseguia chegar próximo à área adversária.

– Não digo tanto no setor ofensivo (sem espaço), mas na nossa saída. Aí faltou qualidade para levar a bola até a frente e chegar com qualidade. Mérito da equipe adversária que soube nos marcar – comentou Giuliano.

A esperança de classificação, porém, continua:

– A gente já sabe que marcam forte, temos que marcar forte também. Tentar sair da marcação pressão e fazer nosso jogo. Teremos uma semana para trabalhar, o Roger vai corrigir para que a gente não seja surpreendido e volte classificado. Se fizermos um gol lá, fica 0 a 0. É acreditar até o final – disse o capitão Maicon.



Veja também