O técnico Vagner Mancini prepara ajustes no Grêmio para adaptar os meias Benítez, liberado na quinta-feira para estrear, e Campaz, destaque da vitória sobre o São José, juntos no meio-campo. A formação com dois meias pode se tornar uma das principais novidades no histórico recente do Tricolor.

Os últimos anos foram calcados na presença de dois pontas e somente um armador, como ocorreu na última quarta-feira, com Ferreira e Janderson pelos lados e Campaz centralizado. Após o jogo, porém, o treinador deixou claro que há o plano de trabalhar com o colombiano e Benítez juntos.

São duas alternativas principais. A primeira é deslocar Campaz para a ponta direita, ainda sem dono depois da saída de Douglas Costa. Ele atuou assim no Tolima, mas preferencialmente pelo lado esquerdo – inclusive, ainda cai por este setor com frequência. Assim, Benítez atuaria centralizado, com livre movimentação.

– O Benitez é um atleta diferente do que vimos em campo. Ele tem uma velocidade de armação grande nas jogadas, tem giro, tem o jogo no pivô. Representaria algo diferente do jogo de hoje (quarta) – apontou Vagner Mancini.

Benítez em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Benítez em treino do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A outra possibilidade faria a dupla dividir o papel na armação, com a saída de Janderson. Ferreira se juntaria a Diego Souza como um segundo atacante, sem tanta necessidade de retornar para acompanhar lateral.

A formação foi citada pelo próprio treinador e é trabalhada no dia a dia de treinamentos. Mas demanda ajustes coletivos de toda equipe.

– Se ele (Benítez) jogar por dentro, posso usar o Campaz do lado e formar um quadrado no meio-campo. O Benítez ainda está se adaptando, e o Campaz em um processo mais maduro. Mas não descarto os dois jogarem juntos – explicou Mancini.

Esboço de time do Grêmio com Benítez e Campaz — Foto: ge

Esboço de time do Grêmio com Benítez e Campaz — Foto: ge

No domingo, contra o Guarany de Bagé, ou mais adiante, a tentativa será posta em prática. Resta saber se o encaixe vai ocorrer como esperado. Benítez é visto internamente no Grêmio como criativo e uma contratação relevante para auxiliar no setor ofensivo.

Já Campaz foi a maior compra da história do clube gaúcho. Autor de um gol e uma assistência na vitória de quarta, o colombiano tem tudo para ganhar sequência. O treino desta sexta-feira pode dar mais indícios das opções.

O Tricolor atua pela quarta rodada do Gauchão no próximo domingo, às 19h30, novamente na Arena. O adversário é o Guarany de Bagé, lanterna e ainda sem pontuar. O Grêmio é segundo colocado com sete pontos.



Veja também