Foto: Guilherme Testa

Após confirmar sua saída do Inter, o nome de Rodrigo Caetano começa a circular justamente no maior rival. O Grêmio, que desde as saídas de Klauss Câmara e André Zanotta não possui uma figura no cargo de executivo, ventila a possibilidade de contar com Caetano para a temporada 2021.

Sem ter um nome para centralizar o futebol, o Grêmio já começa a trabalhar alguns nomes. E um dos nomes fortes é o de Rodrigo Caetano, que anunciou sua saída do Inter na quarta-feira, e faz sua última participação como membro da diretoria do Inter neste domingo, diante do Bahia.

Apesar de ser cogitado nos bastidores, o nome de Rodrigo Caetano não é uma unanimidade no Grêmio. O próprio presidente do clube, Romildo Bolzan, negou a existência de qualquer tratativa com o dirigente.

De acordo com o repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, ainda não existem tratativas para a contratação de Caetano para o futebol do Grêmio. De acordo com ele, qualquer eventual diálogo só deverá ocorrer a partir de janeiro.

Com a saída confirmada, Caetano recebeu sondagens de diversos clubes do país. Um deles foi o São Paulo. No entanto, o nome foi vetado por discordância por parte do novo presidente eleito do Tricolor paulista, Julio Casares.



Veja também