A mulher do atacante Douglas Costa, Nathália Félix, usou sua conta pessoal no Instagram para se manifestar publicamente sobre a polêmica envolvendo a festa de casamento com o jogador que causou mal-estar no Grêmio.

Segundo a modelo, o evento já estava marcado há um ano e acabou cancelado por causa da pandemia do coronavírus. Então, foi remarcado para 7 de dezembro (terça-feira), pois anteriormente a data prevista de encerramento da Série A era 5 de dezembro.

Assim, o jogador de 31 anos pediu liberação à direção para celebrar a festa no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Mas ouviu a negativa e iniciou a concentração para o jogo contra o Atlético-MG, na quinta, pela última rodada do Brasileirão e que decidirá o rumo do clube em 2022.

– Esse casamento já estava marcado há seis meses com essa data. Não imaginávamos toda essa mudança e nem que o Grêmio estaria nessa situação. Ninguém marca casamento do dia para a noite. Entendemos toda essa situação e meu marido é sim apaixonado pelo time dele do coração e ele voltou para o Brasil por AMOR ao clube. Enfim, desejo o melhor para ele e o time amanhã porque sei o quanto eles estão se esforçando para sair desta situação. É muito fácil julgar o outro não estando na pele!!! – escreveu Nathália.

 — Foto: Reprodução / Instagram

— Foto: Reprodução / Instagram

O atacante está relacionado e deve iniciar o jogo com o Atlético-MG. Em entrevista ao ge, o vice de futebol do Grêmio, Denis Abrahão, afirmou que teve duas conversas com o camisa 10 e o vê com a cabeça no clube e “focado” em evitar o rebaixamento.

Na segunda-feira, Douglas pediu liberação para a festa de casamento, na terça, e causou mal-estar. A negativa da diretoria motivou conversas de Abrahão com o empresário do jogador, Junior Mendoza, e também do atleta com o técnico Vagner Mancini e o executivo Diego Cerri.

Nesta quarta, Douglas e Denis tiveram um novo encontro para encerrar a situação. Na 18ª colocação no Brasileirão, o Grêmio tem 40 pontos. Para não cair, precisa vencer o Atlético-MG às 21h30 de quinta-feira, na Arena, e torcer por derrotas de Juventude e Bahia, que enfrentam Corinthians e Fortaleza, respectivamente.



Veja também