Quando Everton recebeu o passe de Fernandinho, aos 38 minutos do segundo tempo, muitos torcedores mal poderiam prever o que viria daquele lance. Os gremistas, pelo contrário, já tinham uma pista pelo que acompanham há cinco anos. Cebolinha conduziu a bola para o centro da área e, após sete toques na bola, mandou-a no ângulo. Foi o primeiro gol dele com a camisa da seleção brasileira, na vitória por 3 a 0 sobre a Bolívia, na estreia da Copa América. E, talvez, a imagem que coloca o atacante Grêmio de vez na vitrine do futebol mundial.

A maioria dos torcedores comemorou o gol e ficou feliz pelo jogador. Porém, quase no mesmo instante, pensou no que aquilo poderia representar e passou a lamentar. A exposição pelo lance pode abreviar sua saída para o futebol europeu. Se antes eram apenas sondagens vindas do Manchester City e do Milan, a imagem pode atrair mais olhares.



Veja também