Lauro Alves / Agencia RBS

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr. reforçou em entrevista ao programa Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, na noite desta terça-feira (26) que não pretende fazer nenhum movimento para antecipar o retorno do Campeonato Gaúcho. De acordo com o dirigente, a posição do Tricolor é seguir as orientações dos órgãos de saúde  sem causar uma situação de disputa entre clubes e governos estadual e municipais. 

— Nós estamos sujeitos aos órgãos de saúde e vamos cumprir rigorosamente o que for determinado por elas. Não vamos forçar nem criar um ambiente de disputa e divisão. Estamos fazendo a nossa parte, que era retornar aos treinos. Mais do que retornar aos treinos, estamos fazendo o monitoramento dos atletas. Sobre jogos e liberação das competições, nós estamos completamente sujeitos ao que decidirem as autoridades — garantiu.

No começo do mês, em uma reunião realizada por videoconferência, os clubes aceitaram a proposta da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) para a Gauchão retornar em julho ou agosto, com consentimento das autoridades sanitárias.

Mesmo com o Rio de Janeiro vivendo uma situação sanitária pior que o Rio Grande do Sul em relação ao coronavírus, Flamengo e Vasco lideram as conversas para que o Campeonato Carioca seja retomada em junho. A proposta tem resistência do Fluminense e do Botafogo. 



Veja também