“Na minha opinião foi um massacre”, afirma Renato após empate

Treinador lamentou desatenção do Grêmio nos "oito minutos em que o Inter jogou"

4 de março de 2017 - Às 22:43
Foto: Mauro Schaefer

O técnico Renato Portaluppi exaltou a atuação e lamentou o resultado de empate do Grêmio, neste sábado no Gre-Nal. “Na minha opinião, foi um massacre”, enfatizou o treinador sobre o andamento da partida. “Se eles (colorados) estão satisfeitos, merecem ficar pelo que aconteceu. Eu e meu grupo estamos tristes pelo que fizemos e a vitória não veio”, acrescentou.

Apesar do resultado abaixo do esperado, Renato comemorou o desempenho do time durante a maior parte dos 90 minutos. “Minha equipe fez a melhor partida do ano, contra o adversário mais difícil”, avaliou. “Jogou praticamente o que vinha jogando na Copa do Brasil.”

“Sem demagogia, o Grêmio foi muito, muito superior ao Inter o tempo todo”, definiu o técnico. “Demos bobeira no início do segundo tempo, nos oito minutos em que o Inter jogou, tomamos gols bobos e eles se deram bem”, analisou Renato. “Depois tomamos as rédeas do jogo. Fomos muito melhor, mas não tivemos o resultado que gostaríamos.”

Sobre a escolha de manter Pedro Rocha ao invés de promover a estreia de Lucas Barrios como titular, Renato salientou o entrosamento do time e característica tática. “O William apoia bastante e, se colocasse Barrios de início, o Luan teria que ser aberto. Ele não tem essa característica de ir atrás e não ia aguentar”, ponderou.



Veja também