Na decisão da Copa do Brasil, Grêmio vê numero de sócios disparar

Clube aumenta quadro social para 81 mil pessoas e arrecada cerca de R$ 2 milhões a mais no último mês

6 de dezembro de 2016 - Às 12:09

torcida4A final da Copa do Brasil movimentou o quadro social do Grêmio e rendeu frutos. Desde a ida do clube gaúcho para a decisão, o Tricolor contabiliza 18,5 mil novos sócios. Agora, o desafio do departamento de marketing passa a ser fidelizar este torcedor e manter uma arrecadação de mais R$ 2 milhões mensalmente.

Esse valor é a média do que o clube passou a receber com os novos contribuintes. Dos 18,5 mil torcedores que se fidelizaram, 75% são sócios-torcedores, em duas modalidades, e contribuem com valores de R$ 28 e R$ 48. A média de renda para o clube fica em R$ 38 para um total de 13.875 pessoas. As 4.625 restantes se espalham entre três faixas de valores – R$ 98, R$ 235 e R$ 352 –, com média de R$ 342,50.

Com os novos sócios, o Grêmio arrecadou nos últimos 30 dias R$ 2.111.312,50. Terá como desafio seguir com este contingente e manter o número de 81 mil sócios ativos a partir da final da Copa do Brasil e do término do ano. Se confirmar a vantagem diante do Galo – venceu o primeiro jogo por 3 a 1 –, o Tricolor volta a disputar a Libertadores em 2017, com duração até novembro.

– Temos que fidelizar. Não adianta ser sócio para um jogo. Tem que organizar a vida sociativa, melhorar o perfil associativo. Isso tudo ajuda na composição do clube e da garantia de que não vai ter dificuldade de assistir aos jogos. Acreditamos porque vamos fidelizar. Em sendo campeão, será ano de muitos campeonatos – disse Romildo Bolzan Jr. em entrevista para a RBS TV.



Veja também