Monaco atravessa negócio do Brentford e fica perto de levar Vanderson, do Grêmio

Negócio com o clube inglês estava encaminhado, mas deve ter uma reviravolta após interesse da França

20 de dezembro de 2021 - Às 11:36

O negócio do Grêmio com o Brentford, da Inglaterra, para vender o lateral Vanderson está perto de cair. O Monaco, da França, atravessou a negociação e está perto de comprar o jogador de 20 anos. Há outro time italiano que corre por fora.

O Monaco ofertou cerca de 12 milhões de euros num contrato de cinco temporadas. A oferta do Brentford, que foi aceita pelo Grêmio, é de 11 milhões de euros (R$ 70,6 milhões) e pode chegar a 14 milhões de euros (R$ 89,8 milhões) caso o lateral atinja algumas metas.

O estafe de Vanderson analisa o melhor cenário para o atleta e deve fechar negócio até a sexta-feira. A ideia é que o lateral se apresente ao novo clube na primeira semana de janeiro, quando abre oficialmente a janela de transferências na Europa.

O Grêmio tem direito a 70% dos direitos de Vanderson, embora haja um impasse com o Rio Branco de Americana sobre essa fatia – o clube do interior paulista alega que não recebeu o pagamento pela venda de mais 20% dos direitos.

Vanderson tem contrato com o Grêmio até 2025. Ele assumiu a titularidade na reta final da temporada 2020 e em 2021 alternou momentos como titular e como reserva após a chegada de Rafinha. Disputou 52 partidas, com quatro gols marcados.

A direção do Tricolor aceita negociar o lateral nesse momento, apesar da expectativa de que ele possa se valorizar ainda mais. O estafe e o próprio clube entendem que ele é um dos grandes ativos e que pode render um valor interessante para a nova realidade financeira do clube após o rebaixamento à Série B.



Veja também