A permanência de Renato Portaluppi no Grêmio é dada como certa, mesmo que as partes evitem comentar o que falta para o martelo ser batido e o novo contrato, anunciado. Acerto de salários, cláusulas de premiação e promessas de reforços são algumas das questões que estão na mesa de negociação.

Em seu último jogo do ano, a vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, o treinador afirmou que a renovação de seu vínculo não o preocupa.

— Não estou preocupado com o meu contrato. Ele vai até o dia 20 de janeiro. Não estou dizendo 100% que vou ficar, mas atualmente sou treinador do Grêmio e tenho que ajudar. A gente já vem pensando há muito tempo. Agora, o Klauss (Câmara, executivo de futebol) está buscando os nomes — declarou Renato.

O otimismo quanto à permanência do técnico campeão da Libertadores de 2017, da Copa do Brasil de 2016, da Recopa Sul-Americana de 2018, bicampeão do Gauchão 2018/2019 e vencedor da Recopa Gaúcha de 2019 é tanto que, antes de enfrentar os mineiros, Klauss Câmara deu como quase certa a renovação.

— A renovação está em curso. Isso tem sido conversado entre a diretoria e o representante do Renato. Espero que na próxima semana consigamos finalizar essa questão — disse o dirigente, no último dia 5 de dezembro.

Na última segunda-feira (9), o presidente Romildo Bolzan Júnior afirmou que a negociação está bem encaminhada e que depende apenas de alguns detalhes para que o acerto seja formalizado.

— Nós temos tudo para que ele permaneça. O Renato é um treinador que está completamente identificado com o clube. O que falta são ajustes de contrato, coisas que ainda serão trabalhadas. Não havendo nada de surpresa, não terá muita dificuldade para nós fazermos a renovação — disse Romildo, em entrevista ao canal Esporte Interativo.

A reportagem de GaúchaZH apurou, nesta quinta-feira, que a renovação de Renato, que está em Teresópolis, participando de um curso da CBF, poderá ser anunciada nos próximos dias.

— A proposta está na mão do Renato. Eu imagino que (o contrato) será fechado até o final de semana — disse um fonte consultada e que preferiu não se identificar.

Uma data exata para a comunicação oficial da permanência de Renato Portaluppi em Porto Alegre é algo difícil de ser determinado. Porém, “apenas um fato novo, importante ou grave” poderá afastá-lo da Arena no próximo ano, afirmou uma outra fonte consultada, que garantiu que o debate neste momento está em “detalhes secundários”.

Se a renovação for efetivada, será a quarta temporada seguida de Renato à frente do Grêmio. Contratado em 18 de setembro de 2016 para substituir Roger Machado, o ex-camisa 7 já é o terceiro técnico com mas jogos na história do clube, com 334, empatado com Telêmaco Frazão de Lima. À frente deles estão Oswaldo Rolla, com 378, e Luiz Felipe Scolari, com 368 partidas.



Veja também