O Grêmio conquistou uma “pequena grande vantagem” na noite desta quarta-feira ao bater o Cuiabá por 2 a 1, pelas quartas de final da Copa do Brasil, na Arena Pantanal. Assim classificou o técnico Renato Portaluppi, que elogiou o adversário e admitiu as dificuldades encaradas pelo Tricolor.

Foi a sexta vitória consecutiva do Grêmio. No entanto, o rendimento esteve abaixo do esperado. O próprio treinador admitiu isso e voltou a reconhecer os altos e baixos do time na temporada. Mas, dentro de uma disputa eliminatória, saiu satisfeito.

— No momento que tem uma decisão, qualquer tipo de vantagem que possa levar para casa é vantagem. Conseguimos uma vitória magra, mas uma vitória. Os jogos são difíceis. Tem vantagem de jogar pelo empate. Cuiabá eliminou o Botafogo. Não tem mais bobo. O Grêmio conseguiu a vantagem É pequena, mas é uma pequena grande vantagem. Já passou? Claro que não — destacou Renato.

Renato Portaluppi em vitória do Grêmio sobre o Cuiabá  — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Portaluppi em vitória do Grêmio sobre o Cuiabá — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Cuiabá terminou a partida com uma finalização a mais que o Grêmio, 12 a 11, mas chegou a ter 11 chutes contra apenas dois dos gaúchos no segundo tempo. O treinador admitiu as dificuldades encaradas na Arena Pantanal.

— Estamos jogando partida de 180 minutos agora, equipe que está sendo a surpresa da Copa do Brasil. Tivemos dificuldades aqui, mas o mais importante foi mais uma vitória. Jogamos uma partida fora de casa, com o Fluminense, e conseguimos os três pontos. Além da pequena vantagem agora — completou o treinador.

O Grêmio chega nesta quinta-feira a Porto Alegre e treina no CT Luiz Carvalho à tarde. O segundo jogo com o Cuiabá ocorre na próxima quarta, às 16h30, na Arena. Se empatar, o Tricolor estará nas semifinais da competição. Pelo Brasileiro, o próximo compromisso é no sábado, contra o Ceará.



Veja também