Lucas Uebel / Grêmio FBPA/Divulgação

Das 11 rodadas que faltam para o Grêmio encerrar sua participação no Brasileirão, seis delas serão fora de casa. A primeira ocorrerá já neste sábado (9), quando encara o Fortaleza, na Arena Castelão. E um dos desafios da equipe será se manter como a melhor defesa do campeonato, com 23 gols sofridos.

E há uma curiosidade na campanha gremista até aqui: a defesa sofreu menos gols como visitante do que como mandante. Até agora, nos 13 jogos realizados fora de Porto Alegre em 2020 (apesar de ter um aproveitamento de 43,5%), o Tricolor sofreu apenas 10 gols — uma média de 0,76 gol por jogo. Em seis partidas, inclusive, a defesa conseguiu passar ilesa. Para efeitos de comparação, o time gremista encerrou a última edição do Brasileirão com 21 gols sofridos (média de 1,10 gol por jogo). Ou seja, houve uma melhora em relação à temporada passada.

Outro ponto que chama a atenção é que, apesar de ter um aproveitamento bem superior na Arena (73,8%), os comandados de Renato Portaluppi só completaram três partidas em casa em que não tiveram suas redes balançadas. Ao todo, foram 14 jogos como mandante e 13 gols sofridos.

O fato de ter sofrido mais gols dentro de casa do que fora, no entanto, não é uma particularidade apenas do Grêmio. Nesta temporada, outros quatro clubes também foram menos vazados como visitantes, mas nenhum deles alcança os números positivos da defesa gremista — Corinthians (17), Atlético-GO (17), Flamengo (19) e Botafogo (21).

Confira os números do Grêmio no Brasileirão:

Como mandante
14 jogos (9 vitórias, 4 empates e 1 derrota)
73,8% de aproveitamento
26 gols marcados e 13 sofridos
Só não sofreu gols em 3 jogos

Como visitante
13 jogos (3 vitórias, 8 empates e 2 derrotas)
43,5% de aproveitamento
11 gols marcados e 10 sofridos
Completou seis jogos sem sofrer gols



Veja também