A eliminação para o Flamengo na Libertadores ficou para trás. Entre os recentes algozes do Grêmio no torneio, o coração brasileiro de Matheus Henrique fala mais forte. O volante tricolor definiu seu patriotismo para justificar a torcida pelo time carioca contra o River Plate na final do próximo sábado.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o meio-campista disse que prefere apostar na qualidade do próprio Tricolor para conquistar a vaga na Libertadores de 2020. Se o Flamengo for campeão neste ano, abre um posto na tabela do Brasileirão e facilita a entrada dos gaúchos.

– Torço (para o Flamengo), porque não torço para argentino. Sou patriota. Eles nos eliminaram, mas que tragam um título ao futebol brasileiro. Não podemos pensar neles, temos que fazer nossa parte. Estamos no G-4 e dependemos de nós – avalia Matheus.

Matheus Henrique é uma das apostas do Grêmio pelo G-4 — Foto: Tomás Hammes/GloboEsporte.com

Matheus Henrique é uma das apostas do Grêmio pelo G-4 — Foto: Tomás Hammes/GloboEsporte.com

O jovem gremista retornou aos treinamentos nesta quarta-feira. Junto do goleiro Phelipe, participou do torneio amistoso de Tenerife, na Espanha, com a seleção pré-olímpica. O momento de destaque atual atribui ao técnico Renato Gaúcho, que lhe deu oportunidade no time titular. Porém, não quer ver o treinador longe do clube para, quem sabe, assumir o comando da seleção principal.

– Não sou ninguém para falar do Tite. O Renato tem um sonho, como eu tinha. Acredito que todo treinador tem esse sonho (de treinar a Seleção). Se ele fizer, seria algo que sempre quis. Ele foi como jogador, mas sei lá. Quero que fique no Grêmio – sentenciou Matheus.

O Grêmio volta aos trabalhos na manhã de quinta-feira. No domingo, enfrenta o Palmeiras, às 16h, na Arena Palmeiras, pela 34ª rodada do Brasileirão. Os gaúchos estão em quarto lugar na classificação, com 56 pontos, 12 atrás do Verdão, o vice-líder.



Veja também