Falta menos de 24 horas para o Grêmio entrar em campo, mas Matheus Henrique já deu o recado: quer o time dando as cartas contra o Independiente del Valle para sair da Arena com a vaga à fase de grupos da Libertadores. As equipes duelam nesta quarta-feira, às 19h15, pelo jogo de volta da terceira fase.

A declaração do volante ocorreu na tarde desta terça-feira em entrevista coletiva virtual. Matheus reconheceu que o adversário teve mais a posse da bola no primeiro jogo, em que o Tricolor perdeu por 2 a 1, no Paraguai. Agora, na Arena, o jogador quer o contrário.

— No primeiro jogo eles tiveram mais posse de bola. Mas se for ver em questão de chances, tiveram poucas. Sabemos que a bola tem que ser nossa. Estamos treinando para nos preparar nesse quesito, porque sabemos que se estivermos dando as cartas, temos mais chances, respeitando o time deles. Será um grande duelo — declarou Matheus.

Matheus Henrique em treino pelo Grêmio antes do jogo contra o Independiente del Valle pela Libertadores — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Matheus Henrique em treino pelo Grêmio antes do jogo contra o Independiente del Valle pela Libertadores — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Questionado sobre o que Grêmio aprendeu com a derrota no jogo de ida, Matheus comentou que o time já estudou o adversário. Além disso, complementou um dos prejuízos, na sua visão, que a delegação teve na semana passada, como ter treinado apenas na véspera do duelo.

— A gente estudou bem eles e já tivemos o primeiro confronto. Mas na primeira partida tivemos coisas que nos prejudicaram. Treinamos um dia antes só. Não é desculpa, mas prejudicou. Mas amanhã (quarta) é diferente. Estamos treinados, conhecemos nosso campo e sabemos da nossa força no momento de decisão — comentou.

O Grêmio precisa vencer por 1 a 0 ou a partir de dois gols de diferença para avançar à fase de grupos. Caso vença por um gol de diferença, mas a partir do resultado de 3 a 2, estará eliminado. Se devolver o placar do Paraguai, a decisão será nos pênaltis.



Veja também